Corrida Cassems
(67) 99826-0686

Novos Talentos: Jovem compõe desde os 11 anos e precisa de ajuda para registrar canções

Loren possui 10 letras musicais, mas não tem recurso para registrar e oferecer as canções para artistas

9 SET 2017
Dany Nascimento
13h30min
Foto: Arquivo Pessoal

Larissa Angela Macedo, 21 anos, conhecida carinhosamente entre os amigos como Loren, enfrentou uma infância difícil, mas a alegria musical nunca foi perdida. A jovem sonha em seguir carreira no cenário musical, mas no momento pede ajuda para conseguir registrar suas composições, já que também sonha em ter suas canções gravadas por grandes nomes.

“Gosto de cantar, mas ainda tenho medo de palco. Fui ver para registrar minhas músicas, mas custa R$ 600 de 1 a 50 músicas. Eu devo ter umas dez músicas e não tenho o dinheiro necessário para o registro. Nenhum artista gravou ainda, não tenho contato com nenhum”, diz Larissa.

Questionada sobre a história das letras escritas, Loren afirma ao TopMídiaNews que são canções poéticas e tristes. “São músicas calmas, poéticas e um pouco tristes. Elas falam geralmente das decepções que sofri”.

A cantora afirma que a mãe sempre colocava a filha em primeiro lugar. “Eu nasci aqui em Campo Grande, mas quando tinha 2 anos de idade fui morar em uma fazenda em Terenos. Minha mãe foi lecionar, fomos só nós duas, sem dinheiro, sem nada, ela podia andar de qualquer jeito, mas eu não, sempre se preocupava comigo, sempre fez de tudo por mim. Foi um tempo difícil. Foi um tempo muito difícil, depois de um bom tempo conheceu meu padrasto e se casaram. Ele sempre me apoiou com a música, me fazia cantar quase que o tempo todo”.

                                        

O primeiro violão veio quando a jovem completou 8 anos de idade, mas antes já se virava para dedilhar no instrumento. “Quando tinha uns 8 anos ganhei meu primeiro violão, mas antes sempre que eu ia na casa dos pais do meu padrasto, eu tocava o violão deles, aprendi sozinha. A primeira música que compus tinha uns 11 anos e quem ouviu foi minha mãe, ela nem acreditou que eu escrevi. O tempo foi passando e eu comecei a tocar na escola, nos eventos, quando tinha festa em casa”.

Para ajudar a jovem a registrar as canções, basta ligar no (67) 9 9292-9275.

Veja também