(67) 99826-0686
PMCG Janeiro

Não é só de brinquedo que depende o sorriso de uma criança

Leitura

16 OUT 2013
Marithê Lopes
12h13min
Já dizia o poeta, quem lê viaja. Foto: Divulgação

No último dia 15 de outubro, foi comemorado o dia dos que ensinam mais do que a fórmula de Bhaskara, regras de sintaxe ou leis da física. Todo mundo deve ter levado para a vida muitos dos valores ensinados onde estudava. É na escola que a criança desenvolve as noções de coletividade, com o convívio com outras crianças. Pode ser na brincadeira, na hora do recreio, na lição ou na fila do bebedouro. E quem sempre está presente, estimulando esse aprendizado, mediando conflitos e tirando dúvidas, é o professor.


É evidente que dentre as coisas que aprendemos na escola e que mais levamos para a vida inteira é a prática da leitura. Ler para uma criança é um gesto simples e muito importante. Por meio dela, é possível contribuir para a educação, a cultura e o lazer e ajudar a mudar para melhor o futuro do Brasil.

Importância
Ler para bebês, mesmo antes de terem nascido, assim como apresentar livros para as crianças logo nos primeiros anos de vida, significa oferecer a eles uma cesta de benefícios embutidos em páginas coloridas, não importa se são de papel, plástico ou tecido. Jacir Zanatta, mestre em educação e em psicologia é conhecido por frisar constantemente a todos os seus alunos para lerem o máximo que puderem. Contradizendo o ditado de que em casa de ferreiro o espeto é de pau, a filha de Zanatta Clara Cecília que completa um ano nessa semana desde já é apaixonada por livros.

"Durante toda a gestação eu mantive o hábito de ler para a Clara, mesmo ela estando ainda dentro da barriga e depois que ela nasceu continuo lendo diariamente. Ela adora quando vamos a livrarias, se encanta com os livros", comenta Zanatta que acrescenta dizendo que o hábito de ler é um aprendizado que vem da infância e os pais são referências para os filhos.

"Eu gosto muito de ganhar presentes, mas quando minha eu ganho livros, aqueles que são grandes e tem figuras, eu fico muito contente porque eu adoro ler e aprender com as histórias", declara Maria Eduarda Moura de seis anos que está sendo alfabetizada e encontra nos livros uma maneira de aprimorar seus conhecimentos.

Crianças que ouvem a leitura de histórias e poesias aprendem melhor, desenvolvem sua percepção do mundo, a capacidade de se expressar e se comunicar com os outros. Quando um adulto lê para uma criança, oferece a ela o acesso à cultura, ao lazer e à educação. As crianças de hoje educarão outras crianças amanhã.

Veja também