(67) 99826-0686
HPV - OUTUBRO

Após morte de dois jovens, quebra-molas são instalados em curva perigosa nas Moreninhas

Os moradores agora pedem sinalização em outro cruzamento perigoso da região

26 MAI 2018
Dany Nascimento
18h10min
Foto: Dany Nascimento

Após a morte de dois rapazes na curva da rua Fraiburgo, que liga o bairro Cidade Morena e a Moreninha I, em Campo Grande, a prefeitura instalou dois quebra-molas com objetivo de evitar que acidentes sejam registrados na região. Mário Márcio Dias Martins, 15 anos, e Fernando da Silva Azevedo, 21 anos, perderam a vida em um acidente de trânsito no local.

Os moradores disseram que a atitude já apresentou resultados, pois o número de acidentes diminuiu, mas ainda confiam na instalação de medidas no cruzamento da rua Fraiburgo com a Rua Israelândia, já que pedestres não conseguem atravessar e duas pessoas teriam perdido a vida no local no ano passado.

Para a idosa Maria N. de Jesus, 72 anos, os quebra-molas ajudaram, mas ela continua preocupada com o cruzamento que ainda não recebeu nenhum tipo de sinalização e diz que essa seria a prioridade da região. “Aqui tem alunos que passam para ir para a escola, mas não conseguem atravessar. Eu já fiquei quase uma hora para atravessar a rua aqui porque os motoristas não param. Aqui é motoqueiro que bate de frente com outro, é carro com carro, carro e moto, é direto. Lá da curva, graças a Deus, melhorou, mas a prefeitura precisa com urgência mexer aqui”.

Maria explica que dois moradores da região perderam a vida no cruzamento. “Eu vi duas pessoas mortas no chão no ano passado, foi feio. O certo é o prefeito fazer algo antes que mais pessoas morram aqui. Da curva precisou os meninos morrerem para ter quebra-molas, espero que aqui não aconteça de novo para que algo seja feito”.

Concordando com as afirmações da vizinha, Valdeir Cândido Sobrinho, 71 anos, que reside no bairro Cidade Morena há 40 anos, afirmou que presencia acidentes diariamente. “Aqui tem muito pedestre atropelado porque para atravessar aqui é complicado, ninguém atravessa, é mais fácil entrar para dentro do bairro e sair na Rua Minas Novas para atravessar. Já morreu gente aqui, é difícil, precisávamos mesmo de um semáforo aqui, mas como estão colocando quebra-molas, podiam aproveitar que já ia melhorar 40%.

Frequentador assíduo da região das Moreninhas, Niceno Gregório Pinto, 62 anos, disse que os quebra-molas fazem com que os motoristas fiquem mais atentos e trafeguem com velocidade reduzida. “Ficou bom agora porque antes os motoqueiros desciam aqui que nem loucos, agora eles diminuem, os carros também, ficou até mais fácil para atravessar a rua”.

O TopMídiaNews entrou em contato com a prefeitura da Capital, mas até o fechamento desta matéria, nenhuma resposta foi encaminhada.

Veja também