(67) 99826-0686
AGEREG TARIFA MÍNIMA

Denúncias à imprensa são armas no combate ao desperdício e descaso do poder público em MS

Reclamações sobre empresas, principalmente supermercados, também ganham destaque no noticiário

15 JUL 2018
Thiago de Souza
13h30min
Buracos pequenos cresceram e causavam transtornos na Rua da Liberdade Foto: Wesley Ortiz

Situações de desperdício e descaso do poder público e da iniciativa privada tiveram solução rápida após a população denunciar os problemas à imprensa. Os exemplos são os vazamentos contínuos de água no Jardim Los Angeles e epidemia de buracos nas vias da Capital.

A população mostrou sua força ao denunciar desperdício de água por meio de vazamentos no asfalto do Jardim Los Angeles. Milhões de litros do líquido precioso escorriam ruas abaixo, dia e noite, e causavam emporcalhamento das vias e ainda quebra do pavimento onde ela se acumulava.

Em abril deste ano, o denunciante, Hermes de Campos, assim descreveu a situação:

''Todos sabemos as consequências deste vazamento de água tratada que, além da perca, causa doenças porque chega ao consumidor contaminada pelo solo, o que causa doenças, como hepatite, dengue e outras que vão impactar nas UPAS, UBSF,  além de estragar o asfalto", refletiu o morador.

Agora, os vazamentos foram contidos pela concessionária de água, embora tenha demorado um pouco para ocorrer.

Buracos

A Rua da Liberdade, na Vila Glória, foi alvo de denúncia de moradores e comerciantes. Neste caso, a denúncia era que na ocasião em que o tapa-buraco passou na via, as fissuras pequenas foram ignoradas e com o tempo se tornaram maiores, causando riscos de acidentes.

Em um dos buracos havia restos de cimento e cal, indicando que algum morador tentou fazer o papel do poder público e tapado com restos de construção.

Assim que a matéria foi ao ar, a Prefeitura de Campo Grande registrou a solicitação e inseriu o endereço no cronograma de obras da secretaria de infraestrutura. Hoje os buracos estão tapados.

Mercado foi alvo de denúncias do TopMídiaNews. (Foto: Repórter Top)

Outra vitória da sociedade que utilizou a imprensa como porta-voz foi na denúncia em relação a um famoso estabelecimento comercial que vende frios no centro da cidade. Ali, havia 200 produtos impróprios para o consumo.

Ao saber do caso, o Procon, Vigilância Sanitária e a Delegacia do Consumidor foram até o local e constataram as irregularidades. O estabelecimento foi multado por expor produtos vencidos na prateleira, sem as informações técnicas sobre o produto e produtos armazenados de forma adequada.

Foram 29 produtos fora do prazo legal, três sem especificações e 165 produtos armazenados de forma irregular e todos foram descartados.

O canal de denúncias, sugestões ou reclamações do TopMídiaNews é o ''Repórter Top''. O telefone e whatsapp é o 9 9826-0686. Em caso de denúncias graves, o sigilo da fonte é garantido.

Veja também