(67) 99826-0686

Empreiteira de secretária de Nelsinho cobra João Amorim na Justiça por dívida

Empresa alega que alugou caminhão pipa para Proteco

20 SET 2016
Airton Raes
07h00min
IPVA GOV

Envolvida em diversos escândalos durante a gestão do ex-prefeito Nelson Trad Filho (PTB), a Pavitec Construtora Ltda entrou com ação judicial contra a Proteco, de propriedade de João Amorim, cobrando uma divida referente a aluguel de caminhão pipa.

A empresa é de propriedade de Eva de Souza Salmazo, ex-secretária municipal de planejamento e finanças de Nelsinho e ex-assessora da deputada estadual Antonieta Amorim (PMDB).

A Pavitec cobra a quantia de R$ 1,8 mil parcela não paga do contrato de aluguel de um caminhão pipa, firmado para pagamento de R$ 6,5 mil mensais, pelo prazo de 90 dias. A parcela não paga venceu em 5 de junho deste ano. Ocorre que muito embora o término do contrato e entrega do bem a empresa e as insistentes cobranças para quitação da parcela, a empresa de João Amorim não pagou o valor total contratado.

Diante do não pagamento, os advogados afirmaram que a única alternativa foi a cobrança judicial e solicitam que a Proteco pague os R$ 1,8 mil em três dias, sob pena de serem penhorados tantos bens quanto bastem para inteira satisfação da obrigação.

A Pavitec foi uma das empresas investigadas pelo MPE (Ministério Público Estadual), durante a administração de Nelsinho por irregularidades em contratos para serviços de tapa-buraco envolvendo recursos de R$ 55 milhões, conforme inquérito que tramitou na 30ª Promotoria de Justiça de Campo Grande.

João Amorim detém 98% do capital social da Proteco Construções, o equivalente a R$ 35,2 milhões, juntamente com Elza Cristina Araújo dos Santos que possui os demais 2%, no valor de R$ 720 mil. Eles são investigados por participar de um esquema criminoso para fraudar licitações e medições de obras, com o pagamento de servidores públicos e políticos.

Veja também