FAPEC
FAPEC - vestiular
(67) 99826-0686
word wine - almoco japones 2

Enquete: leitores rejeitam proposta para castrar capivaras na Capital

58,44% dos leitores acreditam que a ideia não deve ser colocada em prática

4 DEZ 2017
Dany Nascimento
14h30min
Foto: Arquivo/TopMídiaNews

A proposta para castrar capivaras na Capital, feita pelo vereador Francisco Gonçalves (PSB) durante sessão ordinária na Câmara Municipal, não foi bem aceita entre a população. Na enquete “você acredita que será necessário fazer vasectomia nas capivaras em Campo Grande?”, a maioria dos leitores do TopMídaNews declarou que é contrária à medida.

No total, 58,44% dos leitores se posicionou contra a ideia e 41,56% votou a favor. O vereador justificou que a Capital vive um momento de ‘superlotação’ de capivaras, sem predadores naturais e que a proliferação descontrolada pode trazer doenças à população, como a Febre Maculosa. 

Francisco explicou que o animal é responsável carrega transmissores de diversas doenças, e entre elas a febre maculada. Segundo ele, a UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) assiste aproximadamente 110 animais, que residem no Lago do Amor, e 335 no Parque dos Poderes.

"As capivaras trazem risco. Temos que começar a pensar em parcerias com as universidades, com a PMA (Polícia Militar Ambiental) e o CRAS (Centro de Recuperação de Animais Silvestres) para o controle da natalidade”. De acordo com o vereador, outras ‘cidades e estados tomaram a postura de castrar os animais’.

Veja também