(67) 99826-0686
AGEREG TARIFA MÍNIMA

Homem que matou rival pelas costas em conveniência na Cafezais pega 14 anos de prisão

O réu e a advogada não foram ao julgamento

17 MAI 2018
Thiago de Souza
15h39min
Réu e advogada não foram ao julgamento Foto: TJMS

Wilson Correa de Arruda foi condenado a 14 anos de prisão por matar Ewerton Ferreira dos Santos, na frente da Conveniência do João, na avenida dos Cafezais, em maio de 2010, em Campo Grande. O réu nem a advogada compareceram ao julgamento, ocorrido nessa quarta-feira (16).

De acordo com a denúncia do Ministério Público Estadual, o crime ocorreu em 2010 e por motivo fútil, já que a motivação foi um desentendimento prévio entre os dois.

Consta, segundo o processo, que o condenado atirou pelas costas, não dando chance de defesa à vítima. Após o primeiro tiro, Ewerton tentou correr, mas foi alcançado e atingido mais vezes. Ele foi socorrido ao Hospital Universitário, mas não resistiu.

O réu foi procurado várias vezes pela Justiça, mas não foi localizado. A advogada dele pediu prazo para ele se apresentar, no entanto ele não compareceu. A defensora dele chegou a ser multada, porque não compareceu ao julgamento, marcado para março deste ano.

O juiz da 2ª Vara do Tribunal do Júri, Aluizio Pereira dos Santos, considerou a conduta social e a personalidade do réu desfavoráveis, por haver notícias nos processo de que voltou a delinquir, sendo processado por outro crime de homicídio praticado na comarca de Nioaque.

Veja também