Chapadão do Sul
OUTUBRO ROSA
(67) 99826-0686

'Mototaxímetro' agora é Lei em todas as corridas de Campo Grande

O decreto para autorizar o aparelho foi assinado nesta manhã

13 FEV 2017
Anna Gomes
15h15min
Foto: André de Abreu
cidade-morena-interna1
Victor Hugo - 28 anos

Dezenas de mototaxistas de concentraram na manhã desta segunda-feira (13), em frente à Prefeitura Municipal de Campo Grande. Os trabalhadores foram conferir de perto a assinatura do prefeito da Capital, Marquinhos Trad (PSD), em um decreto que autoriza a instalação de um mototaxímetro nas motos.

O aparelho instalado nos veículos vai calcular o valor exato das corridas dos mototaxistas. Os trabalhadores ficaram felizes com a nova forma de trabalho e dizem que vai ser melhor para a categoria e para os clientes.

O mototaximetro demorou quatro anos para ser homologado e o prefeito acredita que colocar o medidor em prática é um grande avanço para a cidade, já que será a primeira capital brasileira que os mototaxistas usarão aparelho.

Segundo Marquinhos, todos os veículos devem estar com os aparelhos em um prazo de 180 dias após a publicação do documento, mas em 20 dias algumas motos já devem estar com o medidor. Cada trabalhador deve adquirir o novo objeto de trabalho pelo preço de R$ 900 que poderá ser dividido em até seis vezes.

"Vai mostrar o verdadeiro preço para nossos clientes, pois não temos uma tabela, fazemos uma média no valor da corrida mais ou menos pela distância. Agora, se a saída custar R$3,50 vamos somando um real a mais a cada quilômetro percorrido", explicou um mototaxista.

 

cidade-morena-interna2
nando viana

Veja também