(67) 99826-0686
Campo Grande Bem Melhor IV

Em região tranquila, Nascente do Segredo padece com escuridão e falta de esgoto

Os moradores destacam que muitas ruas não possuem nenhuma lâmpada

14 JAN 2018
Dany Nascimento
18h10min
Foto: Dany Nascimento

Se não fosse a escuridão das ruas do bairro Nascente do Segredo, em Campo Grande, os moradores classificariam a região como um dos melhores bairros para viver atualmente. Com índice baixo de violência, comerciantes e moradores relatam que o medo toma conta das ruas após o pôr do sol.

Vera Lucia da Silva, 44 anos, reside no local há 23 anos e conta que sempre foi um lugar tranquilo para morar. Porém, durante a noite, muitas ruas não possuem iluminação, o que deixa os moradores com medo. “Durante a noite, a gente fica com medo porque tem rua que nem lâmpada tem. Aqui não é uma região perigosa, mas ficamos com medo de sair na escuridão porque pessoas de outros bairros podem agir aqui”.

Questionada sobre policiamento, a moradora destaca que a Polícia Militar realiza rondas algumas vezes por semana, mas mesmo assim ela prefere continuar dentro de casa no período noturno. “Eles passam sim fazendo ronda, mas, à noite, não sei se estão pelas ruas porque prefiro ficar em casa. Aqui na rua Nebrasca nenhuma lâmpada funciona, é um breu aqui durante a noite”.

Além disso, os moradores destacam a sujeira no campo de futebol Arlindo Caldas, que foi ‘tomado’ pelo mato. Iranildo dos Santos, 39 anos, afirma que as crianças são impedidas de utilizar a área pública. “As crianças nem podem utilizar o campo porque está tomado pelo mato. Não tem como jogar ali”.

                                                               

O idoso Algeu Balbueno, 64 anos, discorda dos moradores e afirma que o principal problema da região é a falta de rede de esgoto. “Eu acho que a iluminação das ruas é boa, o que não é bom aqui, é que não temos rede de esgoto. Estou aqui há dois anos e gosto de morar aqui, é uma região tranquila, boa. Falta mesmo rede de esgoto e acredito que nem existe previsão para instalar”, diz o morador.

Veja também