TJMS CIJUS
vivi
(67) 99826-0686

Novo prefeito com problemas antigos: sem previsão de cratera do Colúmbia acabar

Entra prefeito, sai prefeito e solução para moradores fica só na promessa

11 FEV 2017
Anna Gomes
09h30min
Foto: Repórter Top

Os moradores do Jardim Colúmbia, localizado na região norte de Campo Grande, reclamam das condições precárias das ruas do bairro. Entre os problemas enfrentados estão falta de asfalto, lixo e buracos que dificultam a passagem de carros e pedestres pela região.

Na Rua Maicuru, a situação está fora do normal, crateras enormes 'engoliram' a rua, impossibilitando os veículos e até os pedestres de passarem pelo local. As crateras, em algumas partes da via ficam muito perto das residências, deixando os muros das casas comprometidos, correndo o risco de caírem a qualquer momento.

A rua que na teoria seria uma via de mão dupla, na prática é bem diferente. Devido aos buracos e a grande quantidade de lixos, os condutores ficam impossibilitados de trafegarem pela via e os que se arriscam, correm o perigo de caírem nas crateras.

Com o acúmulo de lixo e o matagal, animais peçonhentos acabam aparecendo e aterrorizando os moradores. Depois do desleixo da prefeitura em não oferecer uma assistência para a população, a presença de ratos e muitos escorpiões estão tomando conta da região.  

Durante a noite, a situação piora ainda mais, com pouca iluminação os condutores dos veículos acabam não vendo os grande buracos, o que pode causar graves acidentes, já que a erosão é bem funda.

O caso da Rua Maicuru já foi divulgada pelo TopMídiaNews. A matéria foi ao ar há mais de um ano, ainda na gestão do prefeito Alcides Bernal (PP). Na época, o município disse que haveria uma solução, usaram a 'desculpa' que 'se condições climáticas fossem favoráveis, até o final de janeiro (2016) as melhorias chegariam na região'. E hoje, mais de um ano depois ainda nada foi feito para a população.

A equipe de reportagem entrou em contagem com a nova gestão da prefeitura. Segundo a assessoria do atual prefeito, Marquinhos Trad (PMDB), ainda não existe previsão para que o problema seja resolvido. Conforme o município, a atual administração encontrou  dois contratos  de manutenção – na fase final de vigência – para empresas atuarem em duas regiões urbanas da cidade. Uma nova licitação está sendo preparado, com valores repactuados, para que o trabalho possa ser retomado. Só depois de concluído este processo será possível iniciar a recuperação de vias. Além disso, com este período de chuvas quase diárias, fica praticamente impossível fazer manutenção sem que haja pelo menos de três a dias de estiagem continuo. 

 

 

 

 

Veja também