zé ramalho
RACIONAIS
(67) 99826-0686

Passeata contra a violência será realizada dia 12 na Capital

O manifesto pede justiça pela morte do menino Kauan e busca impedir que novos crimes contra crianças e adolescentes sejam registrados

7 AGO 2017
Dany Nascimento
10h47min
Foto: Divulgação

Uma passeata contra a violência será realizada no dia 12 de agosto, em Campo Grande. O manifesto terá início na praça do Rádio Clube, às 16 horas e segue até o Paço Municipal. O objetivo é fazer com que a tragédia com Kauan Andrade Soares, que ainda não teve o corpo encontrado, não se torne um  exemplo de impunidade.

A ação vem ganhando forças através do Facebook, convidando pessoas de todas as idades para aderir a luta, levando em consideração que cerca de 28 crianças e adolescente são assassinados por dia no Brasil.

De acordo com dados divulgados pela Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), de janeiro a agosto deste ano, foram registrados 56 casos de pedofilia em Mato Grosso do Sul, sendo 17 deles em Campo Grande, o que daria uma média de oito casos por mês.

Exploração Sexual

O suspeito de abusar e assassinar Kauan, o professor Deivid de Almeida Lopes, 38 anos, continua preso, mas não revela onde teria jogado o corpo do menino. 

De acordo com as investigações, o suspeito pagava de R$ 5 a R$ 20 para manter relações sexuais com crianças e adolescentes. Pelo menos nove menores teriam sido vítimas do homem.

 

Veja também