(67) 99826-0686
AGEREG TARIFA MÍNIMA

Uber manda passageira 'dar o c*' por cancelamento de corrida e revolta Campo Grande

Desaforo foi enviado por meio de troca de mensagens permitidas pelo aplicativo

11 JAN 2018
Liziane Berrocal
09h06min

Moradora em um bairro que tem ruas sem asfalto, Dih Alcântara passou por uma situação no mínimo constrangedora ao chamar o serviço de UBER. O motorista que aceitou a corrida não quis ir até o local. De acordo com os prints das mensagens publicadas pela solicitante, ele reclamou que a rota só mostrava “ruas de atoleiro”. O problema começou quando ela pediu para que ele cancelasse então.

Irritado com o pedido, o motorista mandou a passageira ir "dar o c*”, o que causou indignação na jovem. “Se está trabalhando tem que ter diálogo com o passageiro para facilitar a viagem dos dois lados. Aí vêm esses mal-educados, se tem problemas pessoais, os passageiros não tem culpa. Cada um tem que saber o seu lugar, sempre é bom tratar o próximo pelo menos com educação”, reclamou.

“Tenha um pouco de amor pelo seu trabalho, independente de qual seja, pois é ele que te dá o que comer”, sugeriu. O caso foi postado nas redes sociais e no grupo Aonde Não Ir em Campo Grande causando grande discussão sobre o assunto.

O serviço tem sido foco de debates e embates quando envolve o fato de que muitos motoristas estão sendo denunciados. Segundo a plataforma UBER, os motoristas mal avaliados são desligados do aplicativo.

Entre os internautas, o debate ficou na sugestão de reportar à UBER, que é uma opção que o passageiro tem para denunciar os motoristas que não são bem avaliados. Porém, para a maioria, o motorista errou ao mandar a passageira ir tomar em lugar impróprio. 

A reportagem tentou contato com a empresa, porém as mensagens não foram respondidas até o fechamento da matéria. 

Veja também