(67) 99826-0686
Doacao orgaos - outubro

Prefeitura investe em semáforos para desafogar o trânsito em horários de pico

Implantação vai custar R$ 1 milhão e demorar cerca de 90 dias para ser concluída

17 ABR 2018
Bruna Vasconcelos com informações da CG Notícias
09h21min
Rotatória da Coca será será a primeira a receber o investimento Foto: Divulgação

Com o intuito de minimizar os problemas de trânsito nos horários de ida e volta ao trabalho, a Prefeitura de Campo Grande deve instalar semáforos em diversas rotatórias da cidade. A primeira a ser contemplada com o investimento é a da Gury Marques com a Interlagos, conhecida como a "rotatória da Coca Cola".

Ainda conforme noticiado pela prefeitura, também terão o equipamento instalado as rotatórias das avenidas Tamandaré com Euler de Azevedo; Três Barras com Marques de Lavradio; Joaquim Murtinho/Ceará e Eduardo Elias Zahran/ Joaquim Murtinho.

Segundo o diretor da Agetran, Janine de Lima Bruno, a ordem de serviço para este projeto, orçado em R$ 1 milhão, será dada após a assinatura do contrato com o Consórcio CAM, que venceu a licitação para o trabalho. A expectativa é de que a assinatura seja feita, no máximo, até a próxima sexta-feira (20).

Com o documento assinado, inicia os estudos de tráfego na região com a contagem de veículos em registros fotográficos e vídeo do movimento nos principais horários de fluxo.

Ainda de acordo com Janine, o projeto será menos complicado que o da Mato Grosso, onde foi preciso executar uma série de obras, com redução de canteiros e redimensionamento da rotatória em si.

“A dinâmica do trânsito lá é muito mais complicada, com  gargalos de tráfego praticamente o dia inteiro. Na Gury Marques há formação de congestionamento das 7 às 8 horas da manhã, na pista bairro/centro, e à tarde, das 17 às 19 horas, na pista contrária.   Outra vantagem é que a rotatória  já tem três pistas de rolamento”, explica.

A instalação de um viaduto nos locais custaria cerca de R$ 40 milhões aos cofres públicos e demoraria ao menos 2 anos para ficar pronto. A semaforização foi a opção escolhida por custar R$ 1 milhão e ficar pronta em torno de 90 dias.

 

Veja também