(67) 99826-0686
Ulsan

Prefeitura promove cursos de barbeiros a egressos da Unei, indígenas e pessoas com deficiência

O objetivo é dar oportunidade e profissão aos jovens, que em sua maioria, não têm formação

17 MAI 2018
PMCG
09h31min
Foto: PMCG

A Prefeitura de Campo Grande, por meio da Subsecretaria de Políticas Públicas da Juventude (Subjuv) e Subsecretaria de Defesa dos Direitos Humanos (SDHU), está promovendo curso de barbeiro e cabeleireiros a jovens egressos das Unidades Educacionais de Internação (Uneis), indígenas, pessoas com algum tipo de deficiência física ou mental. As aulas começaram na terça-feira (15) e vão capacitar 30 jovens.

O objetivo é dar oportunidade e profissão aos jovens, que em sua maioria, não têm formação. As oficinas serão ministradas pelo instrutor Marcos Rogério, que possui 25 anos de experiência, e acontecerão nas subsecretarias de Defesa dos Direitos Humanos e de Políticas para as Mulheres (Semu). Serão 90 dias de aula para o curso de barbeiro e 120 para o curso de cabeleireiro.

Durante a solenidade de abertura do curso, o prefeito Marquinhos Trad frisou a importância de o poder público dar oportunidade para os jovens poderem escolherem melhores caminhos.

“Se você tem saúde e tem condições de prestar um serviço porque não fazer? A oportunidade de levantar e ir trabalhar. As pessoas dois caminhos para seguir na vida, ou o caminho da verdade ou o caminho da mentira. Não tem outro caminho. Não existe meio termo. Assuma a responsabilidade. E esse é o momento que você pode assumir a responsabilidade, que nos estamos oportunizando para vocês.”, afirmou

O secretário de Governo, Antônio Cézar Lacarda, acredita que estas ações mostram que o setor público está olhando para o lado mais sensível da sociedade.

“Pensando nessa parte mais sensível, mais frágil da comunidade, no campo social, das pessoas fragilizadas. É uma forma de incluir, fazer com que todos, efetivamente, participem da comunidade, com condições. Por esta razão, estamos aqui, com essa parceria com a Subsecretaria da Juventude, com os Direitos Humanos, participando desse momento que o Marcos vai administrar com muita propriedade, que é preparar vocês para o mercado de trabalho, para que possam efetivamente ter uma profissão para seguir”, enfatizou.

O instrutor do curso, Marcos Rogério, disse ter certeza que a capacitação vai fazer diferença na vida de cada um dos participantes.

“Desde outubro do ano passado estamos lutando por recurso para promover este curso, e graças ao Ministério Público, que teve a sensibilidade em acreditar nesse projeto, que é de extrema importância para a gestão, e para aqueles que daqui vão sair com uma profissão, vamos capacitar 30 jovens, que daqui 90 dias vão poder ajudar sua família no seu sustento”, finalizou.

Veja também