(67) 99826-0686
Câmara - Novembro

Radares funcionam em fase de teste em Campo Grande e só devem multar após teste do Inmetro

Instalação acontece principalmente em pontos de maior número de acidentes, muito deles com vítimas fatais

9 NOV 2018
Nathalia Pelzl
16h16min
Foto: Wesley Ortiz

Os motoristas de plantão devem redobrar a atenção nos próximos dias, pois estão sendo instalados 236 medidores de velocidade que flagram infrações de trânsito, em Campo Grande. Mas, ainda não existe previsão para que os radares e lombadas comecem a multar.

De acordo com a Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), a instalação de equipamentos eletrônicos será principalmente nos locais onde foi registrado o maior número de acidentes, muito deles com vítimas fatais.

O diretor-presidente da Agetran, Janine de Lima Bruno, explica que 97 radares, 30 lombadas eletrônicas e instalação de equipamentos mistos, que inclui notificação sobre o avanço do semáforo, parada na faixa, retorno e conversão e controle de velocidade.

Como os equipamentos estão em fase final de instalação, faltando à ligação elétrica em alguns locais, os medidores devem funcionar primeiro sem multar, fase chamada educativa e que os aparelhos estarão em teste pelo Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia).

O Consórcio Cidade Morena Perkons vai receber R$ 15,4 milhões, para instalar, manter e operar o sistema em Campo Grande.

Conforme dados do IBGE de 2016, Campo Grande possui uma frota de 548.475 veículos e uma população de 863.982 habitantes, o que representa 0,63 veículos por habitante.

Veja também