Construa tudo
Liceu
(67) 99826-0686

Repórter Top: Profissionais protestam e também querem reajuste salarial

Profissionais da categoria 14 utilizaram faixas, trio elétrico, mas não foram recebidos por Marquinhos

14 JUL 2017
Dany Nascimento
11h20min
Foto: Repórter Top

Revoltado ao ver que apenas quatro categorias foram escolhidas pelo prefeito Marquinhos Trad (PSD), para receber reajuste salarial através de incorporação, um leitor do TopMídiaNews encaminhou fotos de um protesto realizado ontem (13), no horário de almoço na frente do Paço Municipal, pela categoria referência 14, que envolve biólogos, assistente social, psicólogo, fisioterapeuta, entre outros profissionais.

Como os projetos aprovados pelos vereadores da Capital contemplam apenas os médicos, odontólogos, veterinários e enfermeiros, outros profissionais decidiram ficar frente a frente com o prefeito, através de um protesto, na tentativa de fazer valer o artigo 5° da Constituição Federal, através do princípio da isonomia ou igualdade.

De acordo com o leitor, os profissionais decidiram realizar o ato no horário de almoço para não prejudicar o trabalho prestado para a sociedade e almoçaram marmitex na frente da prefeitura, retornando ao trabalho normalmente no período da tarde. Eles utilizaram um trio elétrico, mas não foram recebidos pelo Chefe do Executivo.   

                                                      

O manifesto reuniu profissionais que atuam em diversas secretarias, principalmente na assistência social e saúde.  Eles exigem tratamento igual entre os profissionais, levando em consideração que atendem diretamente moradores de rua, crianças de abrigos e estão sem reajuste desde o ano de 2014.

“Os médicos sempre são privilegiados, os enfermeiros tem o vereador Fritz que é do mesmo partido que o prefeito e a categoria referência 14 não recebe nenhum benefício. Porque pode diminuir carga horária da enfermagem e a nossa não? Porque não podemos ter os mesmos benefícios? Nossa categoria não tem essa vantagem, estamos com nosso salário. Incorporar adicional é importante porque o abono da categoria influencia no adicional de tempo de permanência, não aumenta salário, continua igual porque reflete na carreira do profissional. Adicional de permanência é baseado no salário base, quem está sendo privilegiado são eles”, disse o leitor.

 

   

Veja também