(67) 99826-0686

'Uma tragédia, uma fatalidade', diz advogado de empresário que morreu em fábrica

O jovem morreu na tarde de ontem, enquanto arrumava um equipamento da empresa

8 NOV 2017
Anna Gomes
09h50min
Foto: Reprodução/Facebook

O advogado da empresa LA-J Lucas Artefatos de Concreto, José Bosco de Assis, comentou sobre a morte do empresário André Costa Lucas Junior, de 28 anos. O jovem morreu na tarde desta terça-feira (7), enquanto arrumava um equipamento da fábrica, a qual ele era dono. A empresa fica localizada na Rua Abda Nassar, no Bairro Nova Lima, região norte de Campo Grande.

"Ele era acostumado a realizar consertos e limpeza dos equipamentos. O pai dele também trabalha na fábrica e estava no escritório quando tudo aconteceu. Tudo foi uma tragédia, uma fatalidade", disse o advogado que acompanha o velório do empresário nesta manhã.

Segundo o tenente Ramat, do Corpo de Bombeiros, os socorristas demoraram cerca de duas horas e meia para retirar o rapaz do misturador de concreto por causa da dificuldade de acesso ao local.

Betoneira ou misturador de concreto é o equipamento utilizado para mistura de materiais, na qual se adicionam cargas de pedra, areia e cimento mais água, na proporção e textura devida, de acordo com o tipo de obra.

A fábrica

Fundada em junho de 1984, em Rio Verde de Mato Grosso, a fábrica La-J Lucas Artefatos de Concreto produz lajotas sextavadas para calçamento de ruas e avenidas, além de outros produtos pré-fabricados.

Veja também