TJMS
re9
(67) 99826-0686

Bernal volta atrás e não garante congelamento da tarifa do transporte público

Prefeito afirma que trabalhadores do setor ameaçam greve caso reajuste não saia

25 NOV 2016
Rodson Willyams
14h03min
Foto: Geovanni Gomes / Arquivo

O prefeito Alcides Bernal, do PP, não garantiu mais que a tarifa do transporte público será congelada, mas afirmou que é contra o aumento da tarifa. "Eu nuca disse que vou congelar, disse que nós estamos trabalhando para não aumentar o preço da tarifa e isso precisa ficar bem claro".

No entanto, Bernal expôs uma nova preocupação, relatando que o sindicato dos trabalhadores do transporte coletivo ameaça greve caso não haja aumento no valor da tarifa, uma vez que o reajuste dos salários dos trabalhares é atrelado ao valor da tarifa.

Bernal afirmou que o sindicato o procurou e. desde então, tem feito algumas tratativas para evitar possível aumento. "Já fizemos duas reuniões no meu gabinete. Acontece que eles decidiram em convenção que o reajuste dos salários deles está diretamente ligado a correção da tarifa do transporte coletivo. É uma medida muito preocupante e esse serviço precisa melhorar para que possa atrair mais passageiros", afirmou.

No entanto, Bernal também comentou que pode trazer recursos para o setor na próxima semana. "Estive em Brasília (DF) tratando deste assunto e uma coisa a gente sabe, é necessário melhorar o transporte público. Mas para que isso aconteça, fui ao Ministério das Cidades e Campo Grande pode ser a primeira cidade a ser beneficiada pelo Pró-transporte, da Caixa Econômica Federal, que prevê a aquisição de 79 novos ônibus com um investimento de R$ 21 milhões, podendo, inclusive, chegar a R$ 63 milhões".

Além disso, o prefeito ressaltou que há possibilidade de fazer melhoras também nos terminais e nas vias, mas tudo isso, ainda depende de recursos financeiros. Mas apesar disso, afirmou que na próximo segunda ou terça-feira, deve ter uma resposta do Ministério das Cidades sobre o investimento no setor e que aliviaria as empresas, e sobre uma decisão, referente a correção da tarifa do vale transporte. "Vou aguardar o Ministério das Cidades, se ele der o sinal verde, já defino".

Câmara

Alcides Bernal ainda afirmou que já encaminhou para a Câmara Municipal, o projeto que prevê a redução do ISSQN (Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza). "Já mandei o projeto e espero que Governo do Estado faça a mesma coisa com o Diesel", finalizou. 

Veja também