(67) 99826-0686

Jovens detentos vão receber cursos profissionalizantes nas Uneis de MS

Cursos duram oito meses e 60 jovens devem participar do projeto

8 NOV 2017
Rodson Willyams
15h00min
Foto: Rodson Willyams

Por meio de parcerias, a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) assinou um termo de cooperação técnica para implantação da aprendizagem profissional nas Unidades de Internação (Uneis) de MS. Vão contribuir a Procuradoria Regional do Trabalho 24ª Região, Procuradoria Geral da Justiça, Defensoria Geral do Estado, Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, Superintendência Regional do Trabalho e Emprego e o Centro de Integração Empresa Escola (CIEE). 

O termo foi fechado na manhã desta quarta-feira (8), na sede da Sejusp. Segundo o titular da pasta, José Carlos Barbosa, de início, 60 jovens deverão ser atendidos pelo convênio, em três Unidades de Internação de MS (Uneis). "São 60 vagas para a Unei Dom Bosco, em Campo Grande, e mais 15 na Mitai, em Ponta Porã, e 15 em Laranja Doce, em Dourados. Essa é um oportunidade do jovem se ressocializar".

Os cursos terão duração de oito meses e o prazo do convênio será de cinco anos entre as entidades participantes. "E a medida que for, vamos ampliando para as demais unidades, que ao todo são 10 no Estado, que atende 300 adolescentes. Nós vamos oferecer um espaço nas unidades para os cursos e mão de obra. E o Ministério Público do Trabalho, vai nos ajudar com a reforma e os materiais necessários, por exemplo. Todos os 60 deverão sair com certificados do Sistema S".

Para o procurador do Trabalho, Leontino Ferreira de Lima Junior, o projeto é importante porque visa ressocializar os jovens. Queremos resgatar esse jovem, é o momento em que o Estado se faz presente e oferece uma oportunidade na vida para que possam seguir o caminho do bem", finaliza. 

Veja também