conadhe
tjms
(67) 99826-0686

De frigorífico de jacaré a promessa olímpica: MS tem muito a mostrar ao país em seus 40 anos

Neste especial de aniversário, reunimos pessoas e acontecimentos que dão orgulho ao Estado

11 OUT 2017
Thiago de Souza
10h06min
cidades-interna1
Victor Hugo - 28 anos

Não só de notícias ruins vive o Mato Grosso do Sul. Em seus 40 anos, o estado se destaca em diversos setores e dá orgulho a quem nasceu aqui ou escolheu viver em terras guaicurus. 

Nos últimos 12 meses, os destaques vão para a instalação de um frigorífico de jacaré, passando por uma descoberta científica, até  a maior promessa de medalha olímpica do estado, a judoca Camila Gebara. 

Pioneirismo

Em pleno pantanal sul-mato-grossense, surgiu o primeiro abatedouro legal de jacarés do país. O investimento privado de R$ 30 milhões vai englobar criação, engorda e abate desses animais. 

De início, a produção deve chegar a sete toneladas de carne e 2.300 toneladas de peles. Na fazenda, 79 mil animais estão confinados, sendo que 30 mil estão prontos para o abate. 

Descoberta

MS também foi destaque na ciência. E internacional. No mês de setembro, professor e acadêmicos da UFMS registraram a descoberta de uma nova espécie de aranha. Durante um ano e meio, os pesquisadores estudaram o exemplar de uma aranha encontrada em Jaraguari. Ela ganhou o nome de Synotaxus Jaraguari. 

O aracnídeo é muito pequeno e tem características bastante peculiares, como a composição dos seus cromossomos, semelhantes aos dos seres humanos, onde os machos possuem  pares de cromossomos XY e as fêmeas XX. 

A descrição da espécie, de autoria de Lucas, Antonio e Douglas foi publicada em um artigo de agosto de 2017 na revista internacional Zootaxa, uma das mais importantes da área. Após a publicação a descrição foi inserida também no catálogo mundial de aranhas. 

Esporte

Dona de um currículo invejável no judô, a douradense Camila Gebara despontou de vez no cenário nacional e hoje é uma das maiores promessas de medalha olímpica da seleção. 

A convocação dela para a seleção principal veio em janeiro deste ano. Desde então ela tem representado o estado em competições oficiais pela categoria pesado (+78). Quem sabe, em 2020, tenha medalha de ouro e a bandeira do estado tremulando direto do Japão para todo o planeta. 
De MS para o mundo

Em 2017, o Rally dos Sertões, uma das maiores competições off road do mundo, 'pisou' pela primeira vez em solo sul-mato-grossense. Pela notoriedade da disputa, ocorrida em agosto, foi possível levar mundo a fora imagens paradisíacas da nossa flora, fauna e riqueza cultural. 

250 competidores, sem contar as equipes e estrutura da organização, além de mais de dois mil visitantes passaram pela rota Coxim, Aquidauana até a linha de chegada  em Bonito. 

Modelo 

Em 2017, o Novilho Precoce completou 25 anos de criação. O programa, instituído em janeiro de 1992, no governo Pedrossian foi pioneiro no país. Nele, o pecuarista recebia incentivos fiscais ao instituir um ciclo pecuário mais curto, que resultasse em uma carne de qualidade. 

Neste ano, o programa foi remodelado e transformado no Novilho Precoce MS, que deixa de avaliar somente a qualidade do animal abatido e passa a analisar todo o ciclo produtivo. Agora, são exigidos aspectos como rastreabilidade, boas práticas agropecuárias e tecnologias que promovam a sustentabilidade do sistema. É carne melhor com mais cuidado com o meio ambiente. 

Música

O ritmo sertanejo é o que mais expõe Mato Grosso do Sul no cenário musical nacional. Nos últimos cinco anos, as duplas Munhoz e Mariano, Jads e Jadson e João Bosco e Vinícius, estão praticamente todos os dias nas emissorasbrasil a fora, falando um pouco da cultura no nosso estado. 
Michel Teló, que se fez musicalmente em Campo Grande e Luan Santana, de Jaraguari, continuam sendo os maiores destaques da nova música sertaneja. 

Inconfundível 

A cantora sul-mato-grossense Tetê Espíndola, dona de uma voz aguda, inconfundível, reapareceu em um programa de massa com grande audiência no país. 
Os fãs, no estado e no país, puderam relembrar o grande sucesso dela: ‘’Escrito nas Estrelas’’. ‘’Você pra mim foi um sonho...’’

Literalmente ‘Imortal’

Uma de suas maiores expressões políticas, Wilson Barbosa Martins, ou simplesmente Dr. Wilson, completou cem anos de vida em 2017. Advogado e escritor, foi renomado deputado federal e atuou na elaboração da Constituição de 1988, além de governar MS por dois mandatos. 

Dr. Wilson vem recebendo  homenagens constantes, por sua biografia e pela boa saúde de que gozava até pouco tempo. Hoje, o político se encontra bastante debilitado, mas vivo, apesar de vários veículos terem anunciado sua morte. 
 
Neste ano do centenário, ele recebeu homenagens diversas, da família e do poder público, já que também é um imortal da academia sul-mato-grossense de Letras É tido como exemplo de boas gestões e probidade no cenário político nacional. 

Há quem diga que Dr. Wilson fez uma aposta com o também ex-governador Pedro Pedrossian, sobre quem viveria mais. Ganhou! 

Criação 

Mato Grosso do Sul foi instituído como estado pela Lei Complementar nº 31, de 11 de outubro de 1977, na gestão do presidente militar Ernesto Geisel. 

cidades-interna2
nando viana

Veja também