Nilson Pugatti
SElviria Dezembro
(67) 99826-0686
PMCG IPTU 2019

'Levaram um pedaço de mim que nunca mais será preenchido', diz pai de Gabrielly

No último adeus, pai preferiu lembrar dos bons momentos teve com a filha

7 DEZ 2018
Rodson Willyams e Dany Nascimento
19h00min
Foto: André de Abreu

Carlos Roberto, pai da menina Gabrielly Ximenes, de 10 anos, disse, nesta sexta-feira (7), que a filha não era uma menina ruim e sim uma boa pessoa. Após o sepultamento, o pai, ainda emocionado, preferiu lembrar dos bons momentos em que passou com a filha.

"Sou caminhoneiro, hoje que não estou viajando, no almoço, ela viria correndo me receber. Quando ela escutava o barulho da minha moto chegando em casa, ela corria para abrir o portão pra mim. Ia gritando feliz: 'papai, papai. Papai chegou'. E agora? Quem vai abrir o portão pra mim?", relata.

Aluna nota 10

O pai ainda relatou que, após o ocorrido, foi procurar saber como era o comportamento da filha na escola. "Lá, me disseram que ela já tinha passado de ano. Estava aprovada desde o terceiro bimestre. O comportamento dela era exemplar, era uma aluna nota 10. Mas e agora? Ela vai estudar aonde, no céu?"

Carlos ainda reforça que isto sirva de alerta para outros pais quanto à situação dos seus filhos na escola. "Fiquem atentos para que isto não venha acontecer mais com a filha de ninguém", pontua.

Ele também faz um desabafo emocionado. "Levaram um pedaço de mim que nunca mais será preenchido". Carlos reforça que agora deve se concentrar na família. "Vou cuidar da minha esposa e das minhas duas filhas".

A família pede justiça para que o caso não fique impune. A Polícia Civil investiga e o caso corre em segredo de Justiça.

Veja também