(67) 99826-0686
PMCG Janeiro

Mudança no sinal das emissoras públicas e comerciais será igualitária, afirma governo

Tecnologia

4 NOV 2013
Aline Oliveira
19h25min
Divulgação

A secretária de Serviços de Comunicação Eletrônica do Ministério das Comunicações, Patrícia Ávila garantiu hoje (4), que o governo dará tratamento igualitário às emissoras públicas e comerciais de televisão na transição do sinal analógico para o digital.

 

A afirmação foi feita durante reunião do Conselho de Comunicação do Congresso Nacional e a representante informou que as emissoras serão alocadas na faixa de UHF, entre os canais 14 e 51, onde ficarão também os canais comerciais. “Nesse período de transição do analógico para o digital, temos hoje mais canais comerciais outorgados do que públicos. E existe uma demanda de novos canais públicos. Com a transição, o que o ministério está fazendo é pegar todos os canais existentes hoje e garantindo que eles vão funcionar na tecnologia digital", detalhou Patrícia.

 

A digitalização do sinal de TV será necessária para desocupação da faixa de 700 mega-hertz, que será destinação à telefonia móvel de quarta geração (4G). Na semana passada, a Anatel aprovou a proposta de destinação desse espectro para a nova tecnologia. Com isso, a agência pode começar a elaborar o edital do leilão, previsto para o ano que vem.

 

Na reunião, também foram apresentados os testes que estão sendo feitos para evitar interferências da tecnologia 4G no sinal da TV digital. A Anatel está montando também dois sítios de testes para acompanhar a convivência entre os serviços de telefonia móvel e radiodifusão. Os testes serão feitos durante dois meses.

Fonte: Agência Brasil

Veja também