FAPEC
Assembleia a  04 a 18/12
(67) 99826-0686
word wine - almoco japones 2

Obra de R$ 946 mil para reforma do Parque das Nações Indígenas será lançada nesta quinta-feira

As melhorias que serão feitas no Parque das Nações Indígenas preparam o espaço para receber as parcerias com empresas privadas por meio do Programa Adote PNI, lançado em outubro pelo Governo

29 NOV 2017
Notícias MS
18h01min
Foto: João Prestes

O secretário de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Jaime Verruck, assina nesta quinta-feira (30), às 8h, a Ordem de Serviço para início das obras de reforma das estruturas do Parque das Nações Indígenas. Serão aplicados R$ 946.580,17 nas obras, recursos oriundos de compensação ambiental.

A Ordem de Serviço compreende reforma dos núcleos de apoio básico, guaritas, quadras poliesportivas e gradil. Serão executadas melhorias nos banheiros, quiosques, guaritas, na base da Polícia Militar localizada no Parque, recuperação das instalações elétricas e substituição das atuais por lâmpadas LED das quadras poliesportivas, recuperação e pintura do gradil.

Adote PNI

As melhorias que serão feitas no Parque das Nações Indígenas preparam o espaço para receber as parcerias com empresas privadas por meio do Programa Adote PNI, lançado em outubro pelo Governo. O programa permite que empresas ou instituições interessadas em assumir a manutenção de parte do Parque possam fazê-lo com a devida segurança jurídica, explica o secretário.

“O Governo do Estado tem procurado alternativas para dar a manutenção adequada ao Parque das Nações Indígenas, pois entende que aquele espaço é um patrimônio da população campo-grandense e de todo Mato Grosso do Sul. Em função disso, e diante de pedidos de algumas empresas que, inclusive, já têm projetos em andamento, elaboramos um decreto para regulamentar o sistema de parcerias. O decreto permite a adoção de uma área e em troca a empresa pode fazer sua publicidade, dentro dos padrões estabelecidos”, acrescenta.

Uma portaria que está em elaboração vai regulamentar a fixação da publicidade, que é a contrapartida para a empresa. A gerente de Desenvolvimento do Imasul, Thaís Caramori, adianta que serão placas padronizadas, que garantam a visibilidade da marca da empresa patrocinadora sem gerar poluição visual.

Veja também