(67) 99826-0686
PMCG Janeiro

Prefeito não garante a gratuidade do transporte universitário em Sidrolândia

Descaso

6 NOV 2013
Redação
12h47min

Novo projeto de lei será desenvolvido e estudantes esperam que Câmara aprove orçamento positivo

Foi realizado na tarde de ontem (5) reunião entre a Comissão de Estudantes de Sidrolândia e o prefeito Ari Basso (PSDB) e secretários. Os estudantes querem a aprovação de uma Lei Municipal que garanta o transporte gratuito para todos. A administração afirma que não possui condições financeiras para assegurar o transporte, serviço que já vinha sendo realizado há oito anos.

Após 3 horas de reunião, o prefeito manteve o discurso de que a prefeitura não conseguirá pagar o transporte gratuito em 2014. “Se tiver o recurso na Câmara e for aprovado para o transporte gratuito poderá ser”. Afirma Ari Basso. Apesar de a prefeitura alegar não possuir recursos para diversas áreas, não houve reduções no orçamento de outros setores. O corte foi feito apenas no transporte universitário, 48% a menos do previsto para 2014.

 

O prefeito Ari Basso prometeu aos estudantes que irá trabalhar para desenvolver uma nova lei de gratuidade. O projeto de Lei Municipal, apresentado na câmara no início do ano e retirado em 4 de março, não poderá ser reutilizado, pois apresenta o nome da extinta associação de universitários, que responde a processo na Justiça juntamente com o ex-prefeito Daltro Fiuza. A Comissão de Estudantes e a prefeitura irão elaborar em conjunto o novo projeto de lei que será apresentado à câmara.

 

Para o desenvolvimento do projeto de lei e elaboração do planejamento orçamentário para 2014, a Comissão dos Estudantes, juntamente com o coordenador de transporte José Luis Olindo, irão atualizar o cadastro dos usuários das linhas de ônibus. Também será feito um levantamento nas escolas do Município com os estudantes do 3º ano do ensino médio para obter o número de novos acadêmicos em 2014. Com os dados será possível fazer uma previsão da quantidade linhas de ônibus necessárias para o próximo ano, número base para a elaboração do planejamento orçamentário e viabilização da gratuidade.

 

A prefeitura afirma que as informações são necessárias para a elaboração do projeto de lei. Assim que os dados forem obtidos será marcada uma reunião com o prefeito para que o projeto de lei comesse a ser desenvolvido.

Veja também