(67) 99826-0686
Assembleia maio

Apesar de fechar unidade em Cassilândia, JBS mantém investimentos em MS

Informações são do governador Reinaldo Azambuja, que garantiu regularidade no pagamento de impostos atrasados

18 MAI 2018
Rodson Willyams
19h00min
Foto: Arquivo/TopMídiaNews

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) afirmou que o grupo JBS mantém suas funções normalmente em Mato Grosso do Sul, mesmo depois de fechar as operações no município de Cassilândia, ocorrida em março passado. Reinaldo afirmou que o fechamento se deu a partir de uma determinação do CAD (Conselho Administrativo de Defesa Econômica).

Segundo o chefe do Executivo, o ritmo das operações da empresa segue normal no Estado. "Aderiram ao Refis (Programa de Recuperação Fiscal), parcelaram e estão pagando a vista. Eles vêm cumprindo os débitos que tinham com o governo".

Sobre o fechamento da unidade em Cassilândia, o governador afirmou que o caso foi exceção e atribui o fechamento a uma decisão tomada pelo CAD (Conselho Administrativo de Defesa Econômica).

Mesmo assim, Azambuja afirmou que o grupo tem mantido os investimentos em Mato Grosso do Sul. "A Seara dobrou de tamanho e tem feito abatimento de 2 para 3 mil animais em Dourados, gerando emprego e renda", finalizou.

Veja também