(67) 99826-0686
PMCG Janeiro

TJ/MS promove ciclo de palestras sobre Infância e Juventude a partir de quinta-feira

Palestra

5 NOV 2013
Da Redação
10h00min

A Escola Judicial do Estado de Mato Grosso do Sul (Ejud-MS) em parceria com a Coordenadoria da Infância e Juventude, promovem nos dias 7 e 8 de novembro, no Auditório da Esmagis (sede campo da Amamsul), o Ciclo de Palestras e Debates sobre o Direito da Infância e Juventude, coordenado pela Desembargadora Maria Isabel de Matos Rocha.

A primeira palestra “Garantias Processuais no Processo Socioeducativo” será proferida pela advogada e socióloga Ana Paula Motta Costa (RS). Logo após, o médico psiquiatra Marcos Estevão dos Santos Moura (MS) proferirá palestra intitulada “Tratamento de drogadição (internação compulsória, serviços ambulatoriais e de internação, comunidades terapêuticas)”. A última palestra do dia será proferida pelo Padre Agnaldo Soares Lima (DF), com o tema “Lei 12.594/2012 – SINASE: Perspectivas e Desafios”.

Para o dia 8 de novembro estão previstas as palestras  do Juiz de Direito de Natal/RN, Marcus Vinícius Pereira Júnior, com o tema “O Papel do Judiciário na Implementação das Políticas Públicas Infantojuvenis”; em seguida o Doutor em Altos Estudos Contemporâneos pela Universidade de Coimbra, Augusto Jobim do Amaral (RS), discorrerá sobre  “Violência e Ato Infracional: Arquivos do Mal-estar Contemporâneo”.

No período vespertino, com início às 14 horas, O Juiz de Direito da Infância e Juventude de João Pessoa, Fabiano Moura de Moura, discorrerá, a partir das 14 horas, sobre “A Escuta de Crianças e Adolescentes em Processo Judicial”. Logo após, a Juíza de Direito da 1ª Vara da Infância e Juventude da Comarca de Curitiba, PR, Lídia Munhoz Mattos Guedes, proferirá palestra intitulada “Destituição do Poder Familiar” e, por último, a psicóloga e psicanalista Márcia Regina Mendes Ibrahim (MS), discorrerá sobre a “As Vicissitudes da Infância e Adolescência na Contemporaneidade”.

Inscrição- Podem se inscrever no evento também Promotores e Defensores Públicos, Delegados de Polícia, Advogados, Assessores de Magistrados, Assistentes Sociais e Psicólogos da Capital e demais interessados.

Veja também