TJMS - Setembro
(67) 99826-0686

Vazio sanitário da soja começa nesta sexta-feira em MS

Objetivo é evitar a incidência de doenças no intervalo entre as plantações

14 JUN 2018
Thiago de Souza
19h05min
Vazio sanitário começa dia 15 de junho em todo o MS Foto: Reprodução Aprosoja MS

O vazio sanitário da soja, período onde o cultivo da oleaginosa é proibido em Mato Grosso do Sul, começa nesta sexta-feira (15). O descumprimento das normas, de acordo com a Lei, pode implicar em autuação da Iagro e multa de até R$ 24.600.

O objetivo é reduzir a quantidade de esporos da ferrugem durante a entressafra diminuindo a possibilidade de incidência da doença.

Além de não plantar o grão, os produtores devem eliminar todas as plantas voluntárias – conhecidas como guaxas ou tigueras – nas propriedades, seja por meio de processos mecânicos ou químicos, e antes de plantar ele deve ficar atento ao prazo de cadastramento das áreas onde será feito o cultivo da soja.

Esse cadastro é obrigatório e os dados recebidos são mantidos no banco de informações da Iagro servindo de base para identificar o total de área plantada, prevenir os agricultores vizinhos quando houver foco da ferrugem por meio de alerta sanitário, além de facilitar as atividades da equipe da Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (Iagro).

A Medida preventiva é uma estratégia de manejo para reduzir o inóculo nos primeiros plantios, diminuindo a possibilidade de incidência de ferrugem asiática no período vegetativo e, consequentemente, reduzindo o número de aplicações de fungicidas e o custo de produção. O período de 90 dias foi estabelecido considerando que o tempo máximo de sobrevivência dos esporos no ar, que é de 55 dias.

Para sanar quaisquer dúvidas e prestar maiores esclarecimentos a Agência coloca à disposição do produtor o telefone 0800 647 2788.

 

Veja também