Corrida Cassems
(67) 99826-0686
COLUNA

Pelos Cotovelos

Calote em funcionários funciona como pá de cal em PT de Mato Grosso do Sul

Militantes históricos procuram aliados em outras legendas e fragilizam – ainda mais – o PT

12 SET 2017
Diana Christie, Liziane Berrocal e Rodson Willyams
00h00min

Se a situação já não era fácil para os filiados ao Partido dos Trabalhadores com a imagem da legenda desgastada pelos diversos escândalos de corrupção, sendo a prisão do ex-senador Delcídio do Amaral o caso mais expoente em Mato Grosso do Sul, o angu azedou de vez com o calote nos direitos trabalhistas de funcionários que trabalharam durante anos pelo PT.

Abandono

Depois do Ex-BBB Ilmar Renato, o Mamão, ir procurar o diálogo com ex-governador André Puccinelli (PMDB), foi a vez de militante histórica do PT abrir mão do ativismo e procurar respaldo com o principal rival do atual presidente regional do partido, deputado federal Zeca do PT. O encontro com o italiano aconteceu no escritório de Puccinelli, em Campo Grande, e, como das outras vezes, não teve muita divulgação. No entanto, nos bastidores, representa a pá de cal sobre a remanescente credibilidade do PT em Mato Grosso do Sul.

Descrédito

Nas redes sociais vários políticos - já com mandato ou com sonho de voltar ao poder - fazem planos para as eleições de 2018. Como são apenas 24 vagas, tá falando combinar com o eleitorado, já que a concorrência vai ser grande.

Basta!

Mas o eleitorado não está perdoando. Aqueles que colocam ações sociais ou mesmo fotografias do dia a dia estão sendo rechaçados desde já. A maioria dos comentários aponta possível oportunismo na linha: "ano que vem tem eleição, mas não adianta não". Fora os xingamentos. Será um ano difícil para quem quer fazer campanha nas redes sociais.

Dos céus

Enquanto isso, tem vereador aguardando resposta divina sobre entrar ou não na disputa para deputado em 2018. É o caso do médico Antônio Cruz (PMDB). “Vou aguardar os acontecimentos, e principalmente, a direção do Senhor. Vai depender só dá vontade do Senhor”, respondeu.

Planos

Mas a rejeição nas redes sociais não desanima quem já planeja há tempos. Pensando em voos mais altos, tem vereador de Campo Grande investindo pesado em divulgação no interior do Estado. Um deles, embarcando na popularidade do prefeito Marquinhos Trad (PSD), já tem até coordenadoria de campanha em municípios estratégicos. Só tem um detalhe: questionado sobre as constantes viagens para essas cidades, parlamentar garante que só foi ‘visitar os amigos’.

Veja também