FAPEC
Assembleia a  04 a 18/12
(67) 99826-0686
cidade natal pmcg
COLUNA

Reflexões

por Marcelo A. Reis

Infelizmente acertamos: Temer vai virar ex-presidente

Repito aqui texto que escrevi em 30 de novembro de 2016, e que, infelizmente, estava correto

18 MAI 2017
Marcelo A. Reis
13h20min

Caros amigos,

Repito aqui texto que escrevi em 30 de novembro de 2016, e que, infelizmente, estava correto. Segue: 

"O ex-'presidente temer' e a Viúva Porcina

Caro leitor;

 

Escrevo "presidente temer" em letra minúscula, deveria até ser invisível, porque assim o vejo. Insignificante, pequeno; aquém daquilo que o país necessita. Lembra - me o bordão de chamada da novela "Roque Santeiro”, em 1985, anunciando a Viúva Porcina a "que já era sem nunca ter sido”. Este é o "temer”. Já é ex, antes mesmo de sair, porque na verdade não assumiu. Não chega ao fim do período. Não tem estatura. Poderia ter crescido no cargo. Não aconteceu. Decresce a cada dia. Desmancha-se, dilui e escorre pelo ralo da História. Torci por ele, mesmo não apostando um tostão furado, para que o Brasil pudesse reencontrar-se com o seu tão falado "destino manifesto". Não acreditava na Dilma e muito menos no seu segundo. Pensei que, por essas ironias da vida, poderia vir a ser um novo Itamar Franco. Vice do notório Collor, pelas contingências da política, assume no impeachment do titular, e cresce no cargo, Adquire uma dimensão verdadeiramente histórica. Tem postura pública e pessoal inatacável. Lembro um caso acontecido com o Gen. De Gaulle. Convidou um cidadão para um cargo e, este, recusou dizendo não estar à altura. O Chefe de Estado francês lhe diz que ele cresceria no cargo; que acreditava no seu potencial, no seu talento. Não conheço o final do caso, mas o nosso não é necessário ser pitonisa........

A crise que nos legou a incompetência e a corrupção PTista se potencia e agrava com a malta PMDBista , e de diversas outras legendas, que circunda o Sr. Michel Elias . Envolve - se o ,dito, titular da presidência (sempre em letrinhas mínimas) em tramoias do seu amigo Gedel, diz que está arbitrando conflito de ministros, e bláblá.............. O chefete da "casa civil",que a essa altura deveria chamar - se " Lupanar da turma do Michel", pressiona o Ministro da Cultura a permitir a maracutaia em nome da governança(!!!) . O amigo Michel, como o tratou o companheiro (de festas?), parceiro de pocker, reforça mais ainda falando em iras do baiano, em operacionalidade do governo....... Não há questão de Estado , de Governo na discussão . Há um funcionário público (não o conheço), exercendo, ao menos aparentemente, suas funções e sendo desestabilizado pelos amigos do Rei e pelo próprio Monarca. Estão na administração para dela servirem-se; NUNCA para exercerem os cargos com efetivo espírito público. São os senhores feudais que tudo podem, tudo fazem. A briga com o PT foi apenas, e nada mais, um racha de quadrilha. Eram duas, fundiram-se e racharam!

Estamos, literal e figuradamente, roubados! O "presidente do senado" , o "líder do governo" acolitados por mais uns tantos aliados envolvidos nos mais variados processos  , o "presidente da câmara" e o próprio temer , com discursos e palavras bonitas e estudadas buscam conter e desarticular as ações de combate a corrupção endêmica , notadamente a Lava Jato , dando, ou melhor tentando dar , um aspecto de seriedade e defesa do "Estado Democrático de Direito" que tanto invocam e vilipendiam! A ninguém mais enrolam

A entrevista conjunta do "chefe do executivo”, do multiprocessado "presidente do senado" e do "presidente da câmara" não foi/é algo solto, desarticulado. Ao contrário tudo foi/está sendo ardilosamente, matreiramente montado. As votações na "câmara", aproveitando a comoção nacional com a tragédia chapecoense, buscam atropelar a opinião pública.

Brincam com fogo!!!

Depois..................... não adianta o michel miguel elias temer lulia , fazer caras e bocas  e gesticulações performáticas com as mãos de "Rolando o Lero" que a ninguém mais ele convence !! É um camelô de enésima categoria!!!!!

Há muito digo, escrevo que temos que montar um Governo de União Nacional, com um Programa Emergencial, sob a presidência de alguém que a nação confie e respeite . Tal deverá envolver TODAS as forças políticas, inclusive o PT. Do contrário marchamos celeremente para o estraçalhamento........

Até a próxima"

Veja também