(67) 99826-0686
Câmara - Novembro
COLUNA

Decifrando

Por Marco Santos

O que pretende o PT?

Juridicamente, a situação do petista - chefe de organização, está muito bem definida

11 JUL 2018
Marco Santo
14h36min

No intervalo de uma semana, ou pouco mais, o PT e seus aliados contumazes, encetou duas estratégias.

Nas duas alcançou o que pretendia.

Na primeira, conseguiu, por intermédio de decisão de turma do STF , liberar um de seus maiores estrategistas , o ex - quase tudo, Carlos Henrique, Daniel ou, mais comumente, José Dirceu.

Um galã agitador e guerrilheiro fajuto , especialista em enganar trouxas e mulheres. 

Seu papel no jogo petista , no entanto, não acaba aí.

Aguardem.

No segundo lance bem estruturado, valendo - se do aparelhamento, no domingo 8 de julho, quase consegue, mediante bem estruturada manobra, libertar Luís Inácio, o boquirroto metido a esperto.

Tenho razoes para crer que não queria a liberdade do condenado.

Ele é mais útil onde está. 

Afinal, poderia atrapalhar a manobrar futuras.

Em reunião da direção do partido com seus diretores e governadores, a estratégia teria sido definida.

Juridicamente, a situação do petista - chefe de organização, está muito bem definida.

Ou quase, pois alguem já profetizou que no Brasil até o passado é incerto.

O que os dirigentes da Entidade pretendem é manter sua quase única opção, na mídia, criando a imagem de um São Sebastião, pobre coitado,  defensor dos fracos e oprimidos.

Enquanto isso, enveredam por chicanas jurídicas, obrigando a Justiça a nega - las, mas objetivando, em realidade, conseguir a decantada eleição de mais um "poste" , como aconteceu com Dilma, por meio da transferência de votos. 

Como minha avó dizia, políticos não dão pontos sem nó.

A senha é "Lula, hoje, é uma ideia".

Que a Democracia se cuide.


Marco Santos 
Cel, professor e empresário

Veja também