TJMS - Setembro
(67) 99826-0686
COLUNA

Pelos Cotovelos

Sem opções, Marun defende chances de Rodrigo Maia defender o MDB nas eleições

Ministro aposta até na possibilidade do deputado democrata trocar de legenda

13 MAR 2018
Diana Christie, Liziane Berrocal e Vinícius Squinelo
23h00min

Marun tem usado frequentemente o artificio de fazer lives [vídeos ao vivo] no Facebook, onde fala sobre os assuntos do Governo Federal. Com a pré-candidatura de Rodrigo Maia (DEM) à presidência da República, ele usou a live para falar sobre o tema.

Nosso candidato?

O ministro afirmou que Maia é bem visto, pois seria uma candidatura do governo. “A candidatura do Maia é uma candidatura de um dos partidos da base governista e pode inclusive vir a ser o nosso candidato”.

Mas será?

Questionado sobre Rodrigo Maia ter dito que não era do governo, ele saiu pela tangente. “Sobre ele não ser o candidato do governo, onde estiver o MDB, estará o governo. Vemos a pré-candidatura com o mesmo respeito com que vemos do Henrique Meirelles e com o mesmo respeito que vemos às outras pré-candidaturas. Não está descartada, no entanto, a possibilidade do MDB apresentar um nome de pré-candidato. É possível, inclusive, que o Maia seja o nosso candidato”.

(P)MDB

Marun não consegue tirar o P do PMDB. Em coletivas e entrevistas, o ministro da Secretaria de Governo se corrige toda hora que fala da sigla, já que não perde o habito do “partido”. A agremiação partidária passou a ser MDB (Movimento Democrático Brasileiro), perdendo o P de partido, no final do ano passado.

Sem solidariedade

O vereador André Salineiro (PSDB) não recebeu o apoio nem dos colegas após o constrangimento de mandar ‘descer o cacete’ em índios que trancarem rodovias em protesto. “Ele que aguente as consequências de seus atos”, disse um colega de plenário sobre a situação.

Noite de homenagens

Nesta quarta-feira (16), às 19h30, está marcada a sessão solene de entrega do Troféu Celina Jallad, em alusão ao Dia Internacional das Mulheres. O evento ocorre no Plenário Júlio Maia e foi proposto pelas deputadas estaduais Mara Caseiro (PSDB), Grazielle Machado (PR) e Antonieta Amorim (PMDB). O objetivo da honraria é homenagear personalidades femininas que se destacam no Estado, com o troféu que leva o nome da ex-deputada.

Veja também