conadhe
OUTUBRO ROSA
(67) 99826-0686
COLUNA

Reflexões

por Marcelo A. Reis

Temer / Jungmann Respeitem o Exército Brasileiro!

BRASIL ACIMA DE TUDO

10 OUT 2017
Marcelo A. Reis
10h51min
colunas-interna1
99

Caro leitor ; 

Não se assuste !! Não sou portador de alguma ressurreta  Ordem do Dia  do General Silvio Frota . Nestas, invariavelmente, sobressaiam a expressão " pundonor" o que , do ponto de vista sonoro , sempre me desagradou . O assunto é grave , muito mais sério . Falo da utilização das tropas federais em operações mal planejadas e de operacionalidade questionável, com o intuito de encobrir os fiascos de um Governo sem seriedade , sem decoro ,sem compostura e sem qualquer outro adjetivo que se busque.É o (des) governo do descalabro . O propósito é desviar a atenção da opinião pública enquanto o "prisidenti" (sempre em minuscula) acintosamente compra a Câmara com o fito de blinda - lo e aos seus , nada republicanos , parceiros . Os Moreira Angorá , Padilha , Jucá , Cunha , Rodriguinho Maiazinha , Barbalhos , Lobões , Gedel ,Loures , Gilmares ( agora pousando de equilibrado) e tantos mais que se apoderaram da "Coisa Pública" . Vão dilapidando no interesse pessoal do grupelho , da malta , da sucia que compõem , entregando o Patrimônio Nacional na bacia das almas .É um total e completo oba - oba .E o efeito dominó é absoluto .A  corrupção é desenfreada nos Três Poderes e em todos os níveis da Federação.

Falo com emoção e , de antemão , previno - o que a minha serenidade analítica está comprometida. Escrevo ,neste momento , com o coração. Sempre tive muito orgulho em ser bisneto , sobrinho - neto , filho , sobrinho , pai de "milicos" . De ser de uma família que , se preciso for , entrega a vida à morte pela preservação do Brasil. Desde a Guerra da Tríplice Aliança, até aos tempos atuais, sempre houve,ininterruptamente,  ao menos , um Américo dos Reis nas Forças Armadas . Digo com o peito estufado que nasci no Hospital Escolar , o H.E., como dizem os cadetes , da AMAN.  Ali cresci , aprendi as primeiras letras, onde servia meu pai . Instrutor e Professor , por vinte e cinco anos , de diversas turmas de jovens que por lá passaram . Ao longo da vida , já me aproximo dos setenta, vi  os militares fazendo o que a Nação queria. A ação , sem emitir avaliação , sempre refletiu o sentimento das ruas.  Em 30 , assumem o Poder,para passar aos revolucionários liderados por Getúlio Vargas, evitando consequências ainda mais dolorosas . Assim repete - se em 37 , em 45 e em 1964 . Há que , isentamente , observar que a maioria da população maciça e massivamente confia neles . Já disse diversas vezes que ,há muito, ouço nos mais diversos locais , por pessoas de diferentes estratos sociais de que "no tempo dos militares era melhor". Não afirmo que era ou não , apenas , aqui, venho reportando o que tenho escutado . 

E porque tal acontece? 

Ocorre porque ali sempre houve o patriotismo na sua mais acendrada concepção . Era o Brasil. É o Brasil!

Quando o país quis que os militares ficassem voltados ,dedicados às suas funções , souberam os seus chefes maiores , Geisel , Murici, Golberi, Figueiredo, Walter Pires  e todo o Alto Comando , caminhar ao encontro dos anseios , dos desejos da Nação . A Abertura , a Anistia e o reencontro com a Democracia  devem muito às lideranças e a sabedoria política de Ulisses , Tancredo ,Teotônio Vilella,  e também aos militares , pela bela obra de engenharia política construída em conjunto .

Quem viveu , vive no meio da milicada sabe que o que os nutre é a preparação e a execução das suas missões constitucionais . A "Volta aos Quartéis" , sou testemunha , era o desejo da esmagadora maioria da tropa . 

Lá estão , querem estar e deverão permanecer . Lá é o lugar !

Por outro lado ,não há como negar,  em caso de colapso das instituições não há como se imaginar que fiquem parados vendo o país esfacelar - se na mãos dos marginais que assumiram os mais diversos cargos em todo o território nacional .

A fala do General Mourão NÃO foi / é de ameaça , de coação , muito pelo contrário , foi um chamamento à razão , ao equilíbrio e à seriedade . Foi a voz de quem sabe que não é,e nem será, com desfile alegórico de tropas em Comunidades. Foi a voz de quem , após estudar detalhadamente , de fazer um verdadeiro e completo estudo de Estado Maior sabe que a solução se dará com as instituições funcionando adequadamente . Foi a voz de quem sabe , como ensinou o Sergio Moro em um dos seus livros , que tem que rastrear o dinheiro . 

Não nos iludamos ; o General Mourão não falou sozinho , não foi um ato impensado de  um tresloucado . Ao contrário , foi discutido com os demais membros do Comando da Força Terrestre e recebeu  a não objeção do Comandante Geral.

É bom que os malandros do Palácio do Planalto , até por malandragem (rsrs!), respeitem as Forças Armadas .

Não tentem usa - las como escudos em seus propósitos espúrios!

Respeitem as instituições!

Como tal , respeitem o Exército senhores Temer e Jungman!

Esqueçam os seus trejeitos , manuais , as suas caras e bocas . Vocês não conhecem uma patrulha na Amazônia , no Pantanal ou no Sul ; Vocês não conhecem as ações de Defesa Civil nas calamidades ; Vocês dois e os que os cercam não sabem interpretar com a abnegação o lema estampado em todos os quartéis :
                               " BRASIL ACIMA DE TUDO! "

O Exército de Caxias , Osório , Sampaio , Mallet , Rondon e dos "Pracinhas da F.E.B." não é para brincadeira de bandidos empoleirados no Poder!

Até a próxima

colunas-interna2
nando viana

Veja também