Nilson Pugatti
(67) 99826-0686
Camara municipal
COLUNA

Tema Livre

Trump surpreende o mundo e consegue acordo histórico com a Coreia do Norte

12 JUN 2018
Ely Silveira
14h41min

Em ritmo de Copa do Mundo, o presidente Donald J. Trump abre a semana com um sonoro 7x1 sobre os rivais, com direito a gol de placa, letra, olímpico, etc, foi um show da diplomacia norte-americana.

O presidente norte-americano deu a melhor resposta possível a seus opositores. Acostumados a um governo americano sem sal, frouxo e demagogo (com Barack Obama), o mundo assustou-se com a ascensão de Trump à Casa Branca. Seus opositores taxaram-no de louco e acusaram-no de querer promover a Terceira Guerra Mundial. Mas, provando que não devemos acreditar em todas as informações que recebemos, sem checar o contexto real, Trump conseguiu algo que nem os aliados do ditador norte-coreano (Rússia e China) haviam conseguido... tirou Kim Jong-un da toca para reintegrar a Coreia do Norte ao mundo.

Infelizmente, grande parte da mídia é anti-Trump e muitas das manchetes sobre o evento histórico de ontem foi menosprezando a reunião e o acordo. Porém, mesmo se não houvesse acordo algum, apenas um encontro em que os dois saíssem vivos, já seria uma grande vitória dos americanos e da diplomacia. A Coreia do Norte isolou-se há décadas, e desde então apenas dirigia-se a outras nações para ameaçá-las, o acordo, por mais frágil que possa ser, configurou-se numa goleada sem precedentes.

Vamos aos gols!

1x0 - Encontro: é a primeira vez na história que os líderes dos Estados Unidos e da Coreia do Norte se encontram.

2x0 - Diplomacia: a reunião representa uma vitória da Diplomacia, surpreendendo todo o mundo, trazendo à mesa de conversas globais o país mais fechado do mundo. Para a chefe da diplomacia da União Europeia (UE), Federica Mogherini, o acordo "reafirma a nossa forte convicção de que a diplomacia é a única via para uma paz duradoura".

3x0 - Pulso firme: sem dúvidas, Trump devolveu aos americanos um Governo forte, a fragilidade do Governo Obama fez com que os EUA perdessem o respeito internacional, com Trump, os EUA recuperam seu papel no mundo... e com grande estilo!

4x0 - Paz: de efeito imediato, a paz entre os dois países deve ser comemorada, por hora, terminam-se as ameaças e insultos. Ambos comprometeram-se a "estabelecer relações de acordo com o desejo de seus povos pela paz e prosperidade".

5x0 - Programa Nuclear: a desnuclearização da península coreana, é um alívio para todo o mundo. A Coreia do Norte constantemente ameaça outros países com seus mísseis, que teoricamente têm capacidade de alcance para chegar a grande parte do mundo.

5x1 - Garantia: o gol de honra dos anti-Trump reside no ceticismo quanto à efetividade do acordo... mas isso só o tempo pode confirmar. “As sanções serão suspensas quando tivermos certeza de que as armas nucleares não serão mais eficazes”, disse Trump.

6x1 - Vizinhos: por incrível que pareça, a aproximação entre EUA e Coreia do Norte agrada aos vizinhos, sobretudo China e Coréia do Sul. A China, protetora da Coréia do Norte, não teme perder um aliado, mas comemora uma diminuição de investimentos bélicos na Coreia do Sul, que poderia ser uma ameaça aos seu poderio, Trump afirmou a intenção de retirar soldados americanos da Coreia do Sul. Já para a Coreia do Sul, alvo mais próximo da Coreia do Norte, o fim da tensão representa um alívio ao seu povo, que vive sob constante ameaça de um ataque, conforme o presidente sul-coreano, Moon Jae-in, o acordo de Singapura é um "acontecimento histórico que põe termo à Guerra Fria".

7x1 - Acordo: o ponto mais importante do encontro é o acordo firmado entre os dois países. “O presidente Trump se compromete a oferecer garantias de segurança à República Popular Democrática da Coreia (nome oficial da Coreia do Norte), e o presidente Kim Jong-un reafirmou seu inquebrantável compromisso com a desnuclearização da península”, aponta o texto assinado pelos dois líderes.

*Ely Silveira é advogado e jornalista

Veja também