festival de reggae
erro medico
(67) 99826-0686

Fundação de Cultura gasta R$ 82 mil em shows de comemoração aos 40 Anos de MS

Todos os contratos contam com a assinatura do secretário de Cultura, Athayde Nery

9 JUL 2017
Diana Christie
09h27min
Foto: Reprodução

A FCMS (Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul) está investindo mais de R$ 82 mil na contratação de artistas regionais para apresentações em comemoração aos 40 Anos de Mato Grosso do Sul. O cálculo tem como base as informações que foram divulgadas no DOE (Diário Oficial do Estado) de segunda-feira (3), mas o total é muito maior, pois os contratos são divulgados a prestações. 

A dupla sertaneja João Lucas e Walter Filho cobrou R$ 5 mil para realizar um show musical acústico, nos moldes voz, violão e viola, de 01 hora e 30 minutos na 79ª Festa do Padroeiro de Camapuã, em 16 de junho. Já a dupla Luis Goiano e Girsel da Viola realizou dois shows de 01 hora e 40 minutos, nos dias 23 e 24 de junho, sendo um na festa de Camapuã e outro na 13ª FEJUIV/Festa Junina de Ivinhema, por R$ 20 mil.

O Grupo Takitá foi contratado para três shows de 4 horas de duração cada um por R$ 15 mil. O primeiro ocorreu em 18 de junho, na Festa de Santo Antônio da Comunidade Furnas do Dionísio, em Jaraguari; o segundo e terceiro aconteceram na última sexta-feira (7) e sábado (8), na Festa de São Pedro da Comunidade Família Cardoso, em Nioaque.

A dupla Alex e Yvan recebeu R$ 13 mil para a realização de um show musical de 01 hora e 40 minutos de duração, no dia 24 de junho, na 13ª FEJUIV - Festa Junina de Ivinhema. No mesmo dia, o grupo Tempero do Samba se apresentou durante 2 horas e meia na Ação Socioeducativa do Programa Vale Renda, na Escola Estadual Amélio Carvalho de Baís, em Campo Grande, por R$ 5 mil.

Também na Capital, mas em 25 de junho, o músico Marlon Maciel apresentou um show de 4 horas na 25ª Festa do Padroeiro Sagrado Coração de Jesus, no bairro Santa Fé, por R$ 4 mil. Por fim, também como parte das celebrações dos 40 anos de Mato Grosso do Sul, o percussionista Chico Simão foi contratado para ministrar oficinas de percussão por vários meses no Centro Cultural José Octávio Guizzo, por R$ 20,58 mil.

Todos os contratos contam com a assinatura do secretário de Cultura, Athayde Nery.

Outros investimentos

O Governo do Estado também repassou R$ 35 mil para a prefeitura de Paranaíba realizar as festividades de aniversario do município. De acordo com o DOE, o convênio é justificado por se tratar de "evento com grande participação popular e de entidades filantrópicas, com apresentação de espetáculos musicais e culturais, conforme plano de trabalho".

Veja também