TJMS
PMCG - 100 dias
(67) 99826-0686

Para ajudar quem está montando casa, grupo inaugura '1º Mercado de Pulgas' de Campo Grande

10 FEV 2017
Da Redação
12h47min

Um grupo que se reuniu para discutir detalhes da vida de quem mora sozinho, em Campo Grande, percebeu o quanto pode ser de extrema ajuda ganhar e conseguir coisas de de casa para começar a vida. Animados pela ideia do desapego e da sustentabilidade, o grupo do Facebook Morando Só - Campo Grande/MS, realiza o 1º Mercado de Pulgas neste domingo, dia 12 de fevereiro, em um espaço no centro da Capital. 

Para quem não sabe, os mercados de pulgas são grandes feiras e bazares que acontecem na França, onde as pessoas expõem objetos antigos (ou novos) de várias naturezas. O nome cômico vem de algumas roupas que traziam até pulgas! Mas, segundo a produtora cultural Ana Ostapenko, uma das organizadoras do evento, o objetivo do 1º Mercado de Pulgas é um pouco diferente. "Nos debates e tópicos do grupo, percebemos que as pessoas tinham muitos desapegos, coisas que poderiam doar ou trocar. Então decidimos criar esse evento para que quem estiver montando sua casa, consiga alguns itens a um preço bem legal", explica. 

No dia 12, além de exposição de livros, objetos de cozinha como pratos, talheres, copos, e outras coisas para quem está montando lar, itens de decoração como quadros e pôsteres feitos à mão, além de algumas roupas e sapatos, o evento terá culinária vegana com Ed Vegz, pães de fermentação artesanal à venda, e smoothies de fruta para amenizar o calor. 

A ideia é realmente funcionar como um grande mercado, onde os expositores terão itens para vários gostos, tudo seminovo em bom estado, e os visitantes podem levar alguns itens para tentar uma troca. O bom e velho "escambo" é liberado. Mas atenção, os organizadores alertam que não adianta levar sacos e sacos de roupas para deixar por lá, isso não será permitido. O ideal é que, quem quiser levar algum item para trocar, fique com o item o evento todo, até a troca. "Por exemplo, se você tem uma forma de bolo em bom estado, que gostaria de trocar por alguma coisa interessante, pode levar e tentar essa troca. Mas para expor, teremos o pessoal do grupo por lá. Nossa principal intenção é fazer do evento um espaço leve e democrático, com objetivo máximo de sustentabilidade", indica Ana. 

A organização também incentiva que, quem tiver muita roupa e interesse em vender, procure os tantos brechós que Campo Grande já tem, ou doe para uma instituição carente. Ao final do Mercado de Pulgas, parte dos produtos que sobrarem serão doados, com objetivo sempre de não acumular bens, e sim objetos com utilidade. "Quem está montando casa pode encontrar coisas interessantes ou até trocar", enfatiza. 

SERVIÇO - O "1º Mercado de Pulgas" começa às 9h e vai até as 14h, na Rua Rui Barbosa, 1821. A entrada é franca. Não haverá máquina de cartão para venda de itens. 

Veja também