(67) 99826-0686
PMCG Janeiro

Aeroporto do Galeão no Rio de Janeiro é privatizado por R$ 19 bilhões

Leilão

23 NOV 2013
Valor Econômico
08h15min
Foto: Divulgação

O consórcio liderado pela Odebrecht venceu ontem (22), o leilão do aeroporto carioca do Galeão pelo valor de R$ 19,018 bilhões, com ágio de 294%. Já o aeroporto mineiro de Cofins ficou com o consórcio liderado pela CCR, que ofereceu R$ 1,820 bilhão (ágio de 66%).


O valor que arrematou Galeão foi maior do que a oferta vencedora do leilão do aeroporto de Guarulhos, concedido em fevereiro do ano passado por R$ 16,2 bilhões. A Odebrecht fez a oferta ainda na primeira fase do leilão.


Já o aeroporto mineiro de Confins ficou com o consórcio liderado pela CCR, que ofereceu R$ 1,820 bilhão (ágio de 66%). O aeroporto de Confins foi bastante disputado no leilão viva-voz. Para levar a concessão, a CCR aumentou em 30% sua proposta original, que havia sido de R$ 1,4 bilhão na abertura dos envelopes.


O consórcio formado pela Carioca e pela GP e o grupo liderado pela Ecorodovias ofereceram os segundo e terceiro maiores lances, de R$ 14,5 bilhões e R$ 13,113 bilhões, respectivamente, e se qualificaram para a disputa no viva-voz. Entretanto, ambos os consórcios não quiseram cobrir a oferta da Odebrecht, que foi declarada a futura concessionária do Galeão no fim desta manhã.

 

Com o valor global do leilão, o governo arrecadou mais de R$ 20,8 bilhões, um ágio de 252%

Veja também