Aguas marcço2
Vivi bolsas - março
(67) 99826-0686

Gestão André: Promotoria vai investigar ilegalidade em depósito de R$ 78,8 mi no Banco Rural

O valor ficou retido com a instituição, após o banco decretar falência, em 2013

13 JAN 2017
Diana Christie
11h10min
Foto: Exame/Abril

A 31ª Promotoria de Justiça do Patrimônio Público e Social vai investigar se o Governo do Estado de Mato Grosso do Sul cometeu improbidade administrativa com depósito indevido de cerca de R$ 78,8 milhões no Banco Rural. O valor ficou retido com a instituição privada após o banco decretar falência, em 2013.

A investigação foi solicitada pela 7ª Vara Federal da Seção Judiciária do Distrito Federal e vai ser conduzida pelo promotor Henrique Franco Cândia. Apesar de publicar o inquérito no diário oficial desta sexta-feira (13), o MPE (Ministério Público Estadual) colocou os autos do processo em sigilo, impossibilitando verificar se o ex-governador André Puccinelli (PMDB) é um dos alvos.

Inquérito conduzido pelo promotor Alexandre Pinto Capiberibe Saldanha, da 30ª Promotoria de Justiça do Patrimônio, já tenta desvendar ‘onde foi parar’ o dinheiro, que soma exatos R$ 78.889.453,20. Na época em que o Banco Rural fez a liquidação extrajudicial, em agosto de 2013, a prefeitura de Campo Grande também perdeu cerca de R$ 8,2 milhões.

O Banco Central do Brasil decretou a liquidação extrajudicial do Banco Rural S.A., com sede em Belo Horizonte, em “decorrência do comprometimento da sua situação econômico-financeira e da falta de um plano viável para a recuperação da situação do Banco”. Na época, a instituição tinha apenas 0,07% dos ativos e 0,13% dos depósitos do sistema financeiro.

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) ainda tem esperanças de recuperar esse dinheiro. Em agenda pública, ele afirmou que acionou a procuradoria-geral da República e espera que, em breve, o Poder Judiciário emita parecer favorável ao Estado. Mato Grosso do Sul já havia conquistado sentença positiva, mas o Banco Central recorreu e o processo está em tramitação.

Veja também