FAPEC
Assembleia a  04 a 18/12
(67) 99826-0686
Word Wine - almoco japones

Comércio de Aquidauana e Anastácio deve movimentar R$ 2,6 milhões no Dia das Crianças

Lojas de brinquedos e roupas estão renovando o estoque

11 OUT 2017
Bruna Vasconcelos
06h30min
O valor médio gasto deve ser de R$ 113,28 em presentes Foto: Luiz Maique

Durante o feriado de Dia das Crianças deste ano, o comércio de Aquidauana e Anastácio deve ter um movimento de R$ 2,69 milhões entre presentes e comemorações. Os números são resultados de uma pesquisa realizada pela Fecomécio MS, em parceria com o Sebrae-MS e os Sindicatos do Comércio Varejista de 13 cidades sul-mato-grossenses.

Conforme a pesquisa, do montante geral, os moradores das cidades vizinhas devem gastar R$ 1,85 milhão (68,77%) com presentes e R$ 848,74 mil (31,23%) com festas referentes ao Dia das Crianças. A tendência do valor médio de quem optar por presentes deverá ser de R$ 113,28; e de R$ 50 em quem preferir fazer comemorações como alimentação, passeio e atividades ao ar livre. Durante as compras, os principais atributos considerados serão preço, produto em si e divulgação.

Somando os dois municípios, 50,78% da população tem a intenção de comprar, ao menos, um presente para a data, com preferência por brinquedos (51,09%), roupas (29,93%) e calçados (8,76%).

Estoque renovado

Os comerciantes anastacianos e aquidauanenses também estão na expectativa de aumentarem o fluxo de caixa. Karen Morelle, de 29 anos, é proprietária de um box especializado em brinquedos no Shopping Barrakesh, em Aquidauana, e conta que esta época do ano é mais movimentada do que o Natal.

“Estamos otimistas porque no Dia das Crianças vendemos mais do que no Natal. Apesar da crise, acreditamos que o aumento seja 100% maior se comparado ao ano passado”.


Karen também ressalta o cuidado que a loja está tendo para renovar o estoque e trazer novidades que agradem os pequenos, tendo em vista que brinquedos e roupas são os presentes mais procurados.

“Viajamos a semana toda para trazer coisas diferentes, da moda. Nessa semana não podemos deixar o estoque baixar. Se os clientes veem uma novidade em brinquedo, é provável que queiram comprar para a garotada”.  

 

 

 

Veja também