TJMS - Setembro
(67) 99826-0686

Prefeitura de Corumbá licita primeira obra do Fonplata

Recursos totalizam R$ 12,7 milhões

14 MAR 2018
Assessoria de Imprensa
18h46min
Prefeitura e Estado vão pavimentar todo o conjunto Foto: Assessoria

Publicado na edição dessa terça-feira (13), do DioCorumbá, o aviso de licitação da primeira obra do Fonplata em Corumbá. Tratam-se das ações de infraestrutura urbana, pavimentação asfáltica e drenagem do conjunto habitacional Padre Ernesto Sassida. O recebimento e a abertura das propostas acontecem no dia 17 de abril, às 9 horas, na Prefeitura.

Com recursos do Fonplata, que totalizam R$ 12,7 milhões, a Prefeitura de Corumbá levará pavimentação e drenagem para todas as ruas do residencial. Somadas às que serão executadas pelo Governo do Estado, as obras deverão pavimentar 100% do bairro Padre Ernesto Sassida, onde vivem aproximadamente 1.200 famílias.

Em fevereiro, o Estado anunciou a empresa responsável pelas obras de pavimentação asfáltica e drenagem de águas pluviais do maior trecho da avenida Nossa Senhora das Mercês, principal via do Padre Ernesto Sassida. Só neste setor, o Governo do Estado vai investir R$ 6.985.042,70.

Na semana anterior, um primeiro trecho das obras de pavimentação e drenagem de águas pluviais na avenida também teve a empresa responsável pelo serviço definida pelo Governo do Estado. O aviso de resultado de licitação dizia respeito ao Setor 05, que terá investimento de R$ 416.267,16.

No total da pavimentação e drenagem de toda aquela via – que corta o bairro de leste a oeste entre a avenida Nossa Senhora da Candelária e a rua Pedro de Medeiros (Ladário) –, o Governo do Estado vai investir R$ 8,4 milhões.

O valor corresponde a uma parte da contrapartida do Estado ao financiamento de aproximadamente R$ 125 milhões contratado pela Prefeitura de Corumbá junto ao Fundo Financeiro para o Desenvolvimento dos Países da Bacia do Prata (Fonplata).

A principal avenida do bairro terá toda sua extensão pavimentada – 18.586 metros quadrados de área – e obras complementares de micro e macro drenagem (2.670 metros lineares) e 1.620 metros de drenagem do lençol freático, além da sinalização viária. O bairro já conta com rede de esgoto, implantada pela Sanesul.

Veja também