RACIONAIS
CAPITAL
(67) 99826-0686

Adele é a principal vencedora do Grammy 2017; veja lista completa

A cerimônia aconteceu no Staples Center, em Los Angeles, neste domingo

13 FEV 2017
G1
08h07min

Adele foi a principal vencedora do Grammy 2017. A cantora inglesa venceu as três principais categorias da noite: melhor música e gravação, com "Hello", e álbum do ano, com "25". Ela se apresentou duas vezes: abrindo a cerimônia com a música premiada e em uma homenagem a George Michael, com "Fast love". Na segunda parte, ela errou e pediu para começar a música de novo.

A cerimônia aconteceu no Staples Center, em Los Angeles, neste domingo (12). O apresentor foi James Corden, conhecido pelo quadro de TV "Carpool Karaoke". O estreante deu mais leveza e renovou a cerimônia, após cinco anos seguidos comandados por LL Cool J. 

No começo da apresentação, Adele, que parecia muito emocionada e fora de tom em alguns versos, pediu para começar de novo e ainda soltou um palavrão. “Sinto muito por começar de novo. Podemos começar de novo? Desculpe, não posso f... tudo por ele", disse no palco do Staples Center, em Los Angeles. Depois que começou de novo e terminou a música, ela foi muito aplaudida. Em 2016, ela também teve problema no palco do Grammy. 
A principal concorrente de Adele nas principais categorias era Beyoncé. Ela venceu na categoria de melhor videoclipe, por "Formation" e de melhor álbum urbano contemporâneo, por "Lemonade". Beyoncé também cantou um medley de músicas de "Lemonade" no palco do Staples Center. Sua filha, Blue Ivy, roubou a cena durante uma intervenção em que James Corden chamou vários artistas para cantar junto de uma réplica de papel de seu "Carpool Karaoke".

Bowie: vencedor após a morte
David Bowie [1947 - 2016] ganhou, de maneira póstuma, os primeiros prêmios Grammy musicais de sua carreira.

Bowie venceu na categoria de melhor performance de rock e melhor canção de rock por "Blackstar". O britânico também foi o escolhido nas categorias de melhor pacote de gravação, prêmio compartilhado com o diretor artístico Jonathan Barnbrook, e melhor produção de álbum não clássico, junto com Tom Elmhirst, Kevin Killen, Tony Visconti e Joe Laporta, ambos pelo disco "Blackstar".

O roqueiro britânico tinha conseguido em 1984 um Grammy pelo videoclipe de "Jazzin 

Gaga com Metallica e outros shows
Além do reinício de Adele, outra falha ao vivo no Grammy foi o microfone de James Hetfield, do Metallica. Ele falhou durante o dueto da banda de heavy metal com Lady Gaga. Eles cantaram a música "Moth to the flame", do álbum mais recente do grupo, "Hardwired to self-destruct". James acabou cantando de rosto colado com Gaga para aproveitar seu microfone durante boa parte da música.

Katy Perry cantou no palco pela primeira vez sua música "Chained to the rhythm", com teor político. Bruno Mars, além de apresentação solo, participou de show dedicado a Prince, a segunda homenagem póstuma do Grammy. O Daft Punk apareceu no palco pela primeira vez desde 2014, para mostrar a parceria com The Weeknd, "Starboy".

Apesar de algumas citações a Donald Trump por James Corden, o show de Tribe Called Quest, Busta Rhymes e Anderson .Paak teve o momento de críticas mais contundentes ao presidente dos EUA. "Eu quero agradecer ao presidente 'agente laranja' por perpetuar o mal que ele tem feito pelos EUA. Eu quero agradecer ao presidente agente laranja por sua tentativa frustrada de banir os muçulmanos. Agora vamos nos unir", disse Busta Rhymes.

Veja abaixo a lista de vencedores nas principais categorias:
Disco do Ano
Adele - "25"

Música do Ano
Adele - "Hello"

Gravação do Ano
Adele - "Hello"

Revelação
Chance the Rapper

Performance Solo de Pop
Adele - "Hello"

Performance de dupla ou grupo pop
Twenty One Pilots - "Stressed Out"

Álbum pop vocal
Adele - 25

 

Veja restante clicando aqui

 

Veja também