(67) 99826-0686
PMCG Janeiro

Adolescentes são presas após ciberbullying levar a suicídio de colega

Suicídio

16 OUT 2013
Da Redação
12h32min
Rebecca sofria ciberbullying de colegas de escola. Foto: Reprodução

Duas adolescentes de 12 e 14 anos foram apreendidas em Lakeland, nos Estados Unidos, depois que uma colega delas, alvo de ciberbullying (perseguição online), cometeu suicídio.

De acordo com a polícia do Condado de Polk, que apurou o caso, as duas adolescentes serão acusadas pelo crime no Estado da Florida de "perseguição agravada" a Rebecca Sedwick, 12.

De dezembro de 2012 a fevereiro deste ano, as adolescentes de 12 e 14 anos (cujos nomes não serão revelados por serem menores de idade) que estudavam com Rebecca na Escola Crystal Lake perseguiram a colega pelo Facebook.

As mensagens xingavam a garota, tinham teor intimidatório e também faziam ameaças de agressão física, afirma a autoridade policial. Elas teriam começado porque ac adolescente mais velha e Rebecca namoraram um mesmo rapaz.

Além de praticarem ciberbullying contra Rebecca, as duas adolescentes também perseguiam amigos da garota. Por essa razão, segundo a polícia, vários colegas se afastaram da garota, que ficou "isolada" na escola.

Entre as mensagens online apontadas por testemunhas, estavam algumas em que a garota de 14 anos dizia que Rebecca deveria morrer ou cometer suicídio. Em 9 de setembro, a vítima de ciberbullying pulou de uma torre e morreu.

No último sábado (12), antes de ser apreendida, a garota de 14 anos publicou um post no Facebook em que admitia ter perseguido a garota. "Sim, eu persegui Rebecca e ela se matou, mas eu não ligo a mínima."

A adolescente de 14 anos permanece sob custódia em uma prisão juvenil; a mais nova foi solta após ser fichada pela polícia.

Veja também