FAPEC
Assembleia a  04 a 18/12
(67) 99826-0686
Word Wine - almoco japones

Após paralisação dos trabalhadores, prefeitura efetua repasse à Santa Casa

Com a confirmação do depósito, as categorias suspenderam manifestações

10 FEV 2017
Da Redação
12h35min

Após pressão dos profissionais da saúde da Santa Casa de Campo Grande - que desde o dia 08 de janeiro haviam paralisado as atividades - a prefeitura efetuou o repasse financeiro ao hospital ontem (09/2). Com a confirmação do depósito, as categorias de enfermagem, radiologia, administrativos e farmácia suspenderam a passeata prevista para esta manhã (10/02).
 
O presidente do SIEMS (Sindicato dos Trabalhadores na Área de Enfermagem de Mato Grosso do Sul), Lázaro Santana, explica que desde o ano passado os atrasos salariais se tornaram constantes. “Os trabalhadores cumprem sua parte no contrato, então o que pedimos é a valorização e isso significa salário pago em dia”, enfaiza.
 
O diretor do SINTERMS (Sindicato dos Técnicos e Tecnólogos em Radiologia de Mato Grosso do Sul), José Carrijo, diz que os profissionais estiveram unidos e mobilizados durante os dois dias de paralisação e que a reivindicação foi pelo fim dos atrasos salariais. “É um desgaste para a categoria ter que, todos os meses, reivindicar por um direito líquido e certo, por isso, nossa expectativa é de que o problema seja solucionado e as próximas remunerações sejam efetuadas no prazo legal, até o 5º dia útil”, ressalta.
 
Paralisação
Nos dias 08 e 09 a categoria cruzou os braços. Aconteceram mobilizações em frente à entrada do Pronto Socorro da Santa Casa, o hospital afirmava que não havia previsão para o pagamento. Cerca de 70% dos trabalhadores de cada categoria aderiram o movimento paredista.

 

Veja também