Corrida Cassems
studio center
(67) 99826-0686

Detran emite cartão de estacionamento em cidades com trânsito não municipalizado

Em Mato Grosso do Sul, 31 cidades encontram-se nesta situação

11 JUL 2017
Redação/Assessoria
11h44min
Foto: Assessoria
geral-interna1
semana do transito

O Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul (Detran-MS) informa que está emitindo novamente o cartão de estacionamento de vaga especial, destinado a pessoas idosas, deficientes ou com mobilidade reduzida.

A credencial é expedida pelo Detran-MS somente nas cidades onde o trânsito ainda não foi municipalizado. Em Mato Grosso do Sul, 31 cidades encontram-se nesta situação, são elas: Água Clara, Alcinópolis, Anaurilândia, Angélica, Antônio João, Aral Moreira, Bandeirantes, Corguinho, Coronel Sapucaia, Dois Irmãos do Buriti, Douradina, Fátima do Sul, Figueirão, Glória de Dourados, Itaporã, Japorã, Jaraguari, Jateí, Juti, Mundo Novo, Novo Horizonte do Sul, Paraíso das Águas, Pedro Gomes, Ribas do Rio Pardo, Rio Negro, Rio Verde de Mato Grosso, São Gabriel do Oeste, Selvíria, Tacuru, Taquarussu e Vicentina.

Para dar entrada no procedimento, o requerente deve ir até a Agência de Trânsito do seu município, apresentar toda documentação necessária e realizar o cadastro no sistema.

O requerente deverá apresentar as originais e cópias dos seguintes documentos: documento de identidade, comprovante de residência e, nos casos de pessoas com deficiência ou com dificuldade de locomoção, o laudo médico que especifique o tipo de deficiência, com o código correspondente da Classificação Internacional de Doenças (CID).

A credencial pode ser utilizada em todo o território nacional e precisa ser renovada a cada cinco anos. Também é válido ressaltar que as cidades que possuem o trânsito municipalizado continuam com a emissão do referido cartão sendo feita pelo órgão municipal de trânsito.

O Detran-MS ainda destaca que estacionar o veículo nas vagas reservadas às pessoas com deficiência ou idosos, sem credencial que comprove tal condição é uma infração gravíssima, gerando 7 pontos na CNH, multa de R$ 293,47 e remoção do veículo.

Veja também