informe leilão
dr. hernia
(67) 99826-0686

Estado de saúde piorou 'de repente' e equipe tentou reanimar adolescente por quase uma hora

Crime que consternou Capital, também deixou profissionais da Santa Casa tristes

14 FEV 2017
Liziane Berrocal
15h13min

Um crime cometido a partir de uma “brincadeira” resultou em 45 minutos de tentativa de reanimação do adolescente Wesner Moreira, que no último dia 3 foi vítima de uma agressão com uma mangueira de compressor de ar. Ele morreu na Santa Casa da Capital após dez dias internado e ter apresentado um quadro evolutivo satisfatório para o caso dele, que perdeu 20 centímetros de intestino após Os suspeitos Thiago Demarco Sena e Willian Larrea terem colocado o ar em direção ao seu ânus, causando lesões gravíssimas nele. 

Segundo as informações, apesar da evolução, Wesner apresentou um quadro de piora nesta segunda-feira (13) que se agravou na manhã desta terça-feira (14), quando ele teve um quadro hipovolêmico seguido de parada respiratória. O choque acontece quando há perda de grande quantidade de sangue e líquido do corpo e em minutos a pessoa morre. 

A equipe médica tentou reanimar o adolescente por mais de 45 minutos, porém ele não resistiu. O caso gerou comoção até mesmo na Santa Casa da Capital, onde os profissionais são acostumados ao corre-corre para salvar os pacientes. 

 

Veja também