(67) 99826-0686

Estrela de campanha, cão não se mudará com Dilma por saúde frágil

Com 14 anos, considerada uma idade avançada, cachorro está com a saúde frágil e tem dificuldades para caminhar e se alimentar

5 SET 2016
Folha
17h19min
Foto: Folhapress

Estrela da campanha presidencial de 2010, Nego trocará de dono mais uma vez. O labrador ficará em Brasília e não acompanhará a ex-presidente Dilma Rousseff em seu retorno a Porto Alegre, programado para esta terça-feira (6).

A petista que herdou o animal em 2005, após ele ter sido deixado na residência oficial da Casa Civil pelo ex-ministro José Dirceu, até queria levá-lo para a capital gaúcha.

Ela foi recomendada por um veterinário, contudo, a não submetê-lo a uma longa viagem. Com 14 anos, considerada uma idade avançada, Nego está com a saúde frágil e tem dificuldades para caminhar e se alimentar.


A petista, contudo, não quer fazer como Dirceu e deixá-lo para seu sucessor. A solução encontrada foi entregá-lo a um dos assessores da ex-presidente que permanecerá em Brasília e demonstrou a intenção de cuidar do animal.

Nego estrelou a primeira propaganda eleitoral de Dilma na campanha presidencial de 2010. No programa televisivo, a petista jogava uma vareta para Nego na beira de um lago, em uma tentativa de suavizar sua imagem.

Para a capital gaúcha, a petista levará seu outro animal de estimação, a cadela dachshund Fafá. Ela foi encontrada por Dilma na rua em uma de suas caminhadas matinais e acabou também sendo adotada.

Com o afastamento definitivo de Dilma, tanto Nego como Fafá darão lugar a um novo animal no hall de cães presidenciais. Na mudança para o Palácio do Alvorada, o presidente Michel Temer levará com a família o golden retriever Thor, animal de estimação do caçula do peemedebista, Michelzinho.

Veja também