Sicredi
ASSBMS
(67) 99826-0686

EUA quer a senha das redes sociais de quem pedir visto no país

A medida deve afetar particularmente os cidadãos de sete países de maioria muçulmana

8 FEV 2017
AD News
17h26min
Foto: Divulgação

Se a política de sigilo de dados não era uma das coisas mais maravilhosas durante o governo do ex-presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, a gestão de Donald Trump pretende elevar a invasão de privacidade à enésima potência. Isso porque, segundo a agência France Presse, as embaixadas norte-americanas poderão exigir as senhas de acesso a redes sociais dos solicitantes de visto de entrada no país.

De acordo com o secretário de segurança interna, John Kelly, o objetivo é estabelecer controles ainda mais rígidos para a entrada em solo americano. A postura segue a tática que Trump classificou como "verificação extrema". A medida deve afetar particularmente os cidadãos de sete países de maioria muçulmana (Irã, Síria, Líbia, Iraque, Somália, Sudão e Iêmen). "É muito difícil fazer controles verdadeiros nesses países. Mas se vierem queremos poder dizer os sites que visitam e que nos deem suas senhas para que saibamos o que fazem na Internet", afirmou Kelly.

Vale lembrar que o juiz federal de Seattle, James Robart, ordenou, em caráter temporário, a suspensão da ordem executiva emitida pelo presidente Donald Trump de proibir a entrada nos Estados Unidos de refugiados e imigrantes desses mesmos países. Embora tenha apelado da sentença, o governo americano anunciou acatar a decisão.

Veja também