(67) 99826-0686

Ex-BBB Laércio é condenado à prisão por estupro de vulnerável

Ele deverá cumprir 12 anos de reclusão

13 SET 2017
Catraca Livre
09h02min
Foto: Reproução/Globo

O ex-BBB Laércio foi condenado pela Vara de Infrações Penais contra Crianças, Adolescentes e Idosos de Curitiba pelos crimes de estupro de vulnerável e armazenamento de material (foto ou vídeo) com cenas de sexo explícito ou pornografia envolvendo criança ou adolescente.

A condenação foi do final de agosto, mas informada ontem, 12, pelo Ministério Público paranaense. Ele já havia sido denunciado pelo MP por tráfico de drogas e estupro, além de receber acusações de pedofilia após comentários obscenos no reality.

"Eu gosto de uma novinha. O problema é que para mim só aparecem novinhas mesmo, tipo 17, 18, 20 anos. É natural uma mulher de 21 anos nunca ter beijado um cara de 21 também. Mulher gosta de homem mais velho e homem gosta de mulher mais jovem", disse ele na época.

Após isso, surgiram diversas acusações de abusos cometidos por ele. "Ele já embebedou uma amiga minha de 15 anos, beijou e passou a mão pelo corpo todo dela! Vive dando em cima de menor, distribuindo bebida pras minas e falando que elas parecem mais velhas. Eu tô com raiva de ver ele na TV", escreveu uma usuária nas redes sociais na época.

Na internet, também foi descoberto que ele curtia páginas de supremacia racial.

Ele está preso desde 2016, segundo o MP, "após acusação de estupro de vulnerável e de fornecimento de bebidas alcoólicas para uma adolescente de 13 anos".

Ele deverá cumprir 12 anos de reclusão. O advogado de Laércio disse ao G1 que pretende recorrer da decisão.

Veja também