(67) 99826-0686

Família faz campanha para tratar criança com doença rara na Tailândia

Eles precisam de R$160 mil para realizar o tratamento com células tronco, em uma clínica médica

8 NOV 2017
Redação
09h09min
Foto: JP News

Meningite bacteriana, encefalite viral, anemia, pneumonia e infecção hospitalar. Hoje, Raissa Brenda Bonini, de 11 anos, possui várias sequelas deixadas pela doença. Ela não ouve, não fala, usa sonda de alimentação, possui crises convulsivas diariamente e todo o corpo está atrofiando, pelo fato de que o cérebro parou de funcionar do lado esquerdo. “Eu não me lembro da voz da minha filha,” disse a mãe, Ana Kelly Bonini, em meio a choro.

A mãe conta ainda que a filha nunca ficou doente e era uma criança livre de qualquer problema até os seus dois anos. “No dia 21 de abril de 2008, me lembro como se fosse hoje, era uma segunda-feira. Nós estávamos fazendo um churrasco, a Raissa estava brincando e comendo. Logo após o almoço, ela teve uma crise com 12 convulsões", contou.

A pequena Raissa ficou cerca de três meses e meio em coma. A mãe narra que a família foi obrigada a procurar tratamento em outro país. “Quando ela saiu do coma, estava praticamente vegetando. Depois ela foi ficando melhor, mas agora está voltando tudo de novo. Tudo na vida tem um por quê. Quando você olha para o médico e ele diz 'mãe, não tem jeito' a gente vê que não somos nada. A Raissa foi piorando e começou a atrofiar, foi aí que procuramos atendimento fora do país, porque aqui no Brasil, infelizmente, não tem,” disse a mãe.

Campanha

A família busca uma solução. A fé é grande e a esperança nunca morre. Eles precisam de R$160 mil, para realizar o tratamento com células tronco, em uma clínica médica, na Tailândia. Para isso, a família está fazendo campanhas para arrecadação do dinheiro, que podem ser feitas através de depósito bancário. Outra opção encontrada pelos pais da criança, é a realização de eventos sociais, que serão feitos em Andradina (SP), cidade em que moram.

Em contato com os médicos da Tailândia, eles afirmaram que o caso dela é tratável. Com as hashtag  #TodospelaRaissa #RaissaRumoaTailândia, familiares e amigos realizam campanhas pelo Facebook.

A família está em desespero e o prazo para o tratamento é curto. O Grupo RCN de Comunicação abraça esta causa através do selo RCN Solidário.

Interessados fazer doações entre em contato pelo telefone (18) 9 9815-9250 ou por meio de depósito bancário através das contas:

Nome: Marcos Bonini

AG: 0280 OP: 013 CP: 109370-9 (Caixa Econômica)

AG: 0273-9 CC: 29050-5 (Banco do Brasil)

 

Veja também