(67) 99826-0686

Governo regulamenta serviço voluntário do Corpo de Bombeiros

Conforme a regulamentação, o serviço tem como objetivo o aumento da interação entre o Corpo de Bombeiros e a sociedade, para multiplicar conhecimentos e cuidados básicos sobre prevenção e salvamento de diversas ocorrências

10 FEV 2017
Redação
13h47min

Entusiastas do Corpo de Bombeiros de Mato Grosso do Sul poderão fazer parte da corporação com a prestação de serviço voluntário. Depois de ser criada em 2016 pelo Governo do estado, a atividade foi regulamentada nesta sexta-feira (10) por meio de portaria publicada no Diário Oficial (DOE-MS). Os interessados no voluntariado poderão se inscrever para o serviço, depois de iniciado, pelo site www.bombeiros.ms.gov.br.

Conforme a regulamentação, o serviço tem como objetivo o aumento da interação entre o Corpo de Bombeiros e a sociedade, para multiplicar conhecimentos e cuidados básicos sobre prevenção e salvamento de diversas ocorrências. Entre as atividades que serão executadas pelos voluntários  estão prevenção e combate a incêndio, busca e salvamento de bens e pessoas, resgate veicular, defesa civil e manutenção e assepsia de viaturas, entre outras.

A portaria que regulamenta o serviço estabelece regras para ingresso no quadro de voluntariado. Poderão se inscrever pessoas maiores de idade, com boa saúde, comprovada por meio de atestado médico, e que tenham certidões negativas de antecedentes criminais. Os candidatos vão passar por entrevista pessoal e curso de capacitação seguido de estágio operacional. Depois de aprovados, os voluntários não receberão salários pelos serviços, conforme a Lei Federal 9.608.

Após o ingresso no Corpo de Bombeiros, os voluntários devem seguir uma série de deveres. Entre eles, prestar no mínimo seis horas de serviço por mês, cumprir escalas, zelar pela pontualidade, utilizar uniformes cedidos pela Corporação e respeitar todas as normas e regulamentos em vigor do Corpo de Bombeiros Militar.

Todos os detalhes sobre o serviço voluntário no Corpo de Bombeiros estão publicados nas páginas 7, 8, 9 e 10 do DOE-MS desta terça-feira (10).

Veja também