(67) 99826-0686
PMCG Janeiro

Horário de verão deve proporcionar R$ 400 milhões de economia aos cofres públicos

Horário de Verão

16 OUT 2013
Aline Oliveira
17h45min
Divulgação

Na próxima meia-noite de sábado (19) para domingo (20) tem início o horário de verão e os relógios devem ser adiantados em uma hora até 16 de fevereiro de 2014. O MME (Ministério de Minas e Energia) informou que o governo pretende economizar cerca de R$ 400 milhões com a geração térmica para evitar contingências no sistema e atender à demanda do horário de pico.

A previsão do ministério é que haja redução do consumo de 247 megawatts (MW) nos subsistemas Sudeste/Centro-Oeste e Sul, o que equivale a 0,5% do consumo nos 10 Estados mais o Distrito Federal. A novidade com relação ao ano passado é que o Tocantins não irá participar da mudança no horário.

Cabe destacar que o horário de verão permite aproveitar melhor a luz solar e evita investimentos em geração e transmissão, refletindo na tarifa paga pelos consumidores brasileiros. Com a redução da demanda deixa-se de gastar R$ 4,6 bilhões em usinas geradoras de energia e linhas de transmissão.

Veja também